Peixes infectados com vermes podem prejudicar a saúde humana?

Após a formação do lago da hidrelétrica Irapé, em Minas Gerais, houve uma infestação de vermes nos peixes e aumento da presença de pequenas piranhas brancas e escuras. Além do consumo de carne crua ou mal cozida de peixes, qual outro meio de ingerir os vermes e o que pode ter promovido o crescimento da população?

O produtor Ricardo Martins Marcelino, preocupado com possíveis peixes infectados com vermes, perto da usina hidrelétrica de Irapé, escreveu ao globo rural para saber se isso seria mesmo possível. Mas segundo o pesquisador Eduardo Makoto Onaka, do Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Continental, Instituto de Pesca, APTA-SAA, isso não seria muito evidente, pois em geral, os parasitos presentes em peixes brasileiros não infectam os seres humanos.

Embora seja possível, a infecção dificilmente ocorre pela ingestão de água ou de carne mal cozida, contendo larvas do verme. É necessário que haja outros elementos envolvidos no processo, tais como baixa imunidade do consumidor e quantidade de larvas ingeridas, entre outros.

Em um ecossistema natural, sem muitas variações, a presença de vermes no ambiente é sazonal, podendo aumentar ou diminuir de acordo com a época do ano. Com a formação do lago, no entanto, algum tipo de benefício para o ciclo de vida dos parasitos deve ter ocorrido, aumentando a sua proliferação e desenvolvimento dos peixes no local, como as piranhas. Represamento do rio, com alteração da profundidade e correnteza, e alagamento de áreas plantadas, cuja vegetação decompõe-se e altera as características físicas e químicas da água, tornou o habitat diferente do original. A mudança do ambiente fez com que uma espécie de peixe tivesse mais vantagens do que outra, seja por sua melhor adaptação ou pelo malefício sofrido por outras espécies.

Fonte: globo rural

Adaptação: Revista Agropecuária

       

Conheça o Curso de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura no Município Através da Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura

        Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Governo do Mato Grosso do Sul libera 30 bolsas de pesquisa no setor rural Saiba mais sobre criação de rã Pecuaristas investem em melhoramento genético na busca pela melhor raça

 

Notícias

Pecuária

Piscicultura

Saude animal

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.