TUDO O QUE AINDA NÃO TE CONTARAM SOBRE TRANSGÊNICOS

Conheça algumas fontes de energia para a propriedades rurais

Um dos grandes desafios que muitos produtores enfrentam ainda nos campos brasileiros, é o acesso à energia elétrica. Em alguns lugares ainda não chega a energia vendida pelo governo, fazendo com que percam em qualidade de vida e produção, pois não podem ter uma produção de qualidade sem a energia elétrica.  Mas há vários tipos de fontes de energia que podem ser aproveitadas e manejadas para a propriedade, não necessitando de rede elétrica para gerá-las.

Hidrelétrica: uma queda d"água, mesmo que pequena, pode produzir eletricidade, bastando que seja nela instalada uma roda d"água para movimentar um gerador. Também um curso d"água pode mover uma roda de tipo especial. A energia hidrelétrica é considerada "limpa", pois não concorre para o aumento de gases poluentes na atmosfera nem para o aquecimento global;

Termoelétrica: pode-se produzi-la, usando uma pequena caldeira a vapor, com o emprego de combustível sólido obtido na propriedade, como lenha, restos ou resíduos (ex. bagaço de cana), etc., para mover um grupo gerador. A emissão de gases de efeito estufa, proveniente da queima desses materiais é a principal desvantagem desse sistema de geração de energia;

Gerador à combustão: é o emprego de um grupo eletrógeno com motor à combustão, sendo usados óleo, gasolina, álcool, diesel, biodiesel, gás, biogás, etc. Apesar de ser uma forma bastante prática de geração de eletricidade, dependendo do combustível utilizado, pode haver a emissão de gases poluentes e de efeito estufa;

Gerador de biogás: é a opção mais barata, depois da hidráulica, quando utilizado gás produzido na propriedade, por um biodigestor. Podemos usar, também, o gás engarrafado;

Gás e biodigestor: o gás pode ser de grande utilidade em uma propriedade rural, desde que obtido economicamente. O engarrafado ou de botijão, tem seu emprego limitado pelo seu elevado preço. Para lança-chamas, por exemplo, justifica-se o seu uso. O mais econômico, no entanto, é a produção de gás na propriedade, com um biodigestor, aparelho muito simples e de construção barata. Existem biodigestores fabricados por empresas especializadas, em diversos tamanhos, com suas capacidades calculadas de acordo com as necessidades.

As matérias primas para a produção de energia são facilmente encontradas em qualquer propriedade rural, pois trata-se de matérias orgânicas fermentáveis como estercos de cavalos, bois, coelhos, cabras, porcos, etc.; restos de roçadas, bagaço de cana, etc. Depois de utilizado, esse material transforma-se em um excelente adubo para qualquer plantação. O gás obtido pode ser utilizado para iluminação, aquecimento e para acionar motores, substituindo a gasolina, o álcool, óleo diesel etc.

Eólica: Aproveitando a energia dos ventos, os cata-ventos servem para acionar bombas d"água, dínamos ou geradores de energia elétrica, moinhos, serras, etc., sendo uma boa alternativa, quando a região em que são instalados é sujeita a ventos constantes. A energia dos ventos, além de não poluir, é uma das mais baratas, pois não custa nada, exceto os aparelhos utilizados para captá-la. Esses aparelhos, no entanto, dependendo de sua finalidade, podem ser de valor bastante elevado.

Solar: A energia solar é o símbolo da energia limpa, não poluente. Com o uso de placas de captação de energia solar, é possível a geração de energia elétrica e a sua armazenagem, em baterias. Essa energia pode movimentar máquinas, aparelhos de TV, iluminação na propriedade, etc. O investimento para a geração desse tipo de energia, no entanto, ainda é bastante elevado, em comparação a outras formas alternativas, como as citadas anteriormente.

 

 

 

Fonte: rural News

Adaptação: Revista Agropecuária

   

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária:

Brasil: Segundo maior exportador e terceiro maior consumidor de carne bovina do mundo Nova variedade de azevém garante maior tempo de pastejo Tendência do mercado do boi gordo é continuar caindo    

Quer ficar informado: Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

 

Digite seu e-mail: 

Bioenergia

Floresta e Meio Ambiente

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.