O crescimento das exportações de carnes no Brasil

As exportações de carnes do Brasil apresentaram forte alta no mês de maio deste ano, motivadas, principalmente, pelas vendas de cortes bovinos, as quais subiram 30 por cento em comparação ao mesmo mês do ano passado, conforme mostrou levantamento mensal da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Apesar de apresentar queda nos preços médios da tonelada exportada, de modo geral, o setor conseguiu sustentar a receita com os bons volumes embarcados. As exportações de carne bovina do Brasil atingiram 83,1 mil toneladas em maio, ante 63,9 mil toneladas do mesmo mês do ano passado. No mês de abril, foram embarcadas 69,2 mil toneladas (t).

As vendas externas renderam ao setor, em maio, US$ 398,3 milhões, contra US$ 343 milhões, em abril, significando um faturamento também acima dos 334,2 milhões de dólares, obtidos em maio do ano passado. O preço médio da tonelada embarcada, de US$ 4.791,70, contudo, recuou tanto na comparação com o mês anterior (US$ 4.955) quanto comparado a maio de 2011 (US$ 5.226).

Por sua vez, as vendas externas de carne de frango aumentaram 11,6%, para 338,4 mil t, em comparação a maio de 2011. Em abril deste ano, o setor havia embarcado 298,5 mil t. As exportações geraram, no período, uma receita de US$ 622 milhões, próximo dos US$ 624 milhões do mesmo mês do ano passado.

No mês de abril deste ano, a receita com os embarques de carne de frango foi de US$ 560 milhões. O preço médio da carne de frango exportada em maio recuou ligeiramente para US$ 1.838 por t, versus US$ 1.879 em abril. Mas na comparação com o ano passado, quando o preço foi de US$ 2.058, a queda superou 10%.

A indústria de suínos, setor que sofre embargo parcial da Rússia em relação às vendas provenientes de três Estados do país desde junho do ano passado, também registrou recuperação no volume embarcado. As vendas em maio atingiram 47 mil t, contra 41,4 mil t de abril e também superaram as 38,7 mil t de maio do ano passado, quando o embargo parcial russo ainda não estava em vigor. Os embarques no mês renderam ao setor US$ 126,9 milhões, diante de US$ 113 milhões registrados em abril e dos US$ 115 milhões gerados em maio do ano passado.

 

 

 

Fonte: Terra

Adaptação: Revista Agropecuária

     

Conheça o Curso de Avaliação e Tipificação de Carcaças de Bovinos

      Veja outras  publicações na Revista Agropecuária: Resistência aos desparasitantes em equinos Forragem hidropônica apresenta muitas vantagens na prdução Por que o milho é uma das gramíneas mais cultivadas?      

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail:

Bovinos de Corte

Destaques

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.