Confinamento de gado ganha espaço no oeste da Bahia

A criação de gado começa a ganhar espaço no oeste da Bahia, terras que tradicionalmente cultivam algodão e soja. Os criadores já começaram a investir no confinamento de gado.

O rebanho da região chega a dois milhões de cabeças, a maioria criada em pasto, aponta os dados da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia. Mas o investimento no sistema de confinamento tem aumentado nos últimos meses. O pecuarista Almir Moraes é uma prova de que a atividade está em expansão. A área destinada ao confinamento tem 214 hectares e atualmente a fazenda abriga 13 mil cabeças

Os animais que são trazidos das fazendas da região passam por uma fase de adaptação por cerca de três dias. Eles chegam com uma média de 12 arroubas e acabam atingindo até o fim do processo a 19 arrobas. A média de ganho de peso por dia é de 1,6 quilos.

O município de Luís Eduardo Magalhães foi escolhido para implantar o confinamento devido à estratégica de diminuir o custo do frete com a ração em até 15%. Os bois permanecem nos currais até a hora da venda para o abate, num ciclo médio de 100 dias, os animais estão divididos em lotes de 165 cabeças por curral.

Com a contribuição da tecnologia e rigor na aplicação a meta é dobrar a capacidade até o fim de 2013. Para 2018, o objetivo chegar a 100 mil cabeças de gado.  Um sistema computadorizado é utilizado para misturar e preparar a ração animal. Na hora de despejar o alimento no cocho o caminhão tem um computador que controla e distribui exatamente a mesma quantidade de comida todos os dias.

Para lucrar no período de seca, onde a luta é para que o animal não perca peso, a parceria é uma boa alternativa, explica o pecuarista Edilson Ribeiro, que colocou 2,9 mil cabeças de gado nesse sistema.

Fonte: Beefworld

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação)

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Produção do etanol de 2ª geração, pode chegar até a dobrar a produção Saiba por que o húmus de minhoca é tão importante para as plantas Entenda por que o Agronegócio é tão importante para o Brasil

 

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.