Exame andrológico e sua importância

O exame andrológico realizado em bovinos tem como primeiro princípio caracterizar o potencial reprodutivo dos touros. Deve atender ao diagnóstico da saúde sexual, saúde hereditária e saúde reprodutiva sejam no aspecto da capacidade de monta quanto na capacidade de fecundação dos animais. Quando o exame é feito de forma correta é possível a seleção de bons reprodutores para o desenvolvimento adequado do rebanho.

Assim, o exame andrológico se caracteriza como conjunto de métodos que conduzem à obtenção de informação que permite estimar o potencial de desempenho dos machos como reprodutores é chamado de exame andrológico A capacidade reprodutiva de um macho, a capacidade de gerar descendentes, é fundamental.

O exame é indicado em casos de histórico de infertilidade individual, na seleção e preparação de touros antes da estação de monta. Os princípios gerais da semiotécnica devem ser seguidos, é preciso realizar num ambiente adequado e seguro para o examinador e o animal.

As etapas do exame são: identificação do animal; anamnese geral e do estado atual; exame geral com ênfase na avaliação do sistema locomotor, condição corporal, sistema respiratório, sistema circulatório, grau de desidratação, estado das mucosas, movimentos ruminais e aferição da temperatura; exames especiais, como o exame morfológico externo e interno e exame do sêmen ou espermograma.

 

Fonte: www.cbra.org.br

 

Seleção e preparo de doadoras e receptoras na trasferência de embriões.

Fecundação e desenvolvimento embrionário pré-implantacional saiba como funciona.

 

Bovinos

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.