Agricultura irrigada de precisão diminui custos produtivos e aumenta a lucratividade

Manter uma agricultura com índices produtivos elevados e um custo operacional economicamente viável é o grande desafio dos empreendedores deste segmento em todo o mundo. Dentre deste aspecto está a irrigação e os seus múltiplos métodos na busca dos melhores resultados.

Muitos destes avanços são oriundos de pesquisas científicas realizadas por universidades em parceria com instituições privadas, gerando novas descobertas que proporcionem uma irrigação cada vez mais racional e que não abra mão da sustentabilidade.

A Rede Agrometeorológica criada pela UNESP em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) é um exemplo. Trata-se de um projeto, com nove estações automáticas, que acompanham as condições do tempo, clima, temperatura, umidade, dentre outros.

O objetivo é subsidiar as ações de manejo da irrigação na agricultura, de modo a calcular com precisão as quantidades de água a ser utilizada. E isso já vem dando resultados, ao proporcionar uma economia de até 30% dos custos com este tipo de manejo e aumento da lucratividade.

A irrigação atrelada as condições meteorológicas é uma das áreas que mais vem atraindo a presença de novos profissionais, sobretudo especializados, para atuar em um mercado profissional em expansão, em virtude da necessidade de aumento da produção alimentar no planeta.

Tem interesse pelo assunto? Quer ampliar ainda mais seu conhecimento?

Então confira como a irrigação pode fazer a diferença em diversos sistemas de produção. Clique aqui.

Fonte: Dia de Campo

Agricultura

Curiosidades

Cursos

Destaques

Irrigação

Notícias

Parceiros

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.