A irrigação pode ser sua principal aliada na recuperação de pastagens degradadas

A irrigação é uma técnica de manuseio da água, utilizada geralmente na agricultura, com objetivo de suprir as necessidades hídricas da plantação. Ela que permite que o produtor alcance resultados extremamente positivos tanto para o desenvolvimento de qualquer cultura, quanto para ajudar na recuperação de pastagens em degradação.

Calcula-se que 80% das pastagens do território brasileiro estejam degradadas. De uma maneira bem simples de ser entendida, dependendo do grau em que esteja a degradação da pastagem, pode provocar alguns danos, como:

- Redução da forragem;

- Aparecimento de doenças e plantas daninhas;

- Aumento dos efeitos nocivos das pragas.

Utilizar as técnicas de irrigação evita que as pastagens atinjam níveis de degradação alarmantes. Mas em casos mais graves, a solução ideal é buscar a recuperação com o restabelecimento da produção já cultivada ou a substituindo por uma nova.

Como a irrigação pode ajuda evitar a degradação?

Neste processo um bom sistema de irrigação além de prevenir a degradação das pastagens ajudando a evitar a salinização do solo, o que torna o solo improdutivo em curto espaço de tempo, também contribui para a melhora da qualidade de forrageira, com maior valor nutricional.

Sabendo que a irrigação pode te ajudar e muito nesse processo, você deve estar pensando qual é o melhor sistema de irrigação para sua propriedade, é sobre isso que trataremos a seguir.

Principais tipos de sistemas de irrigação

É importante que você saiba que a irrigação vai muito além do que molhar o solo. Portanto, há uma série de fatores como o clima, recursos hídricos, mão de obra e maquinário disponíveis que influenciam na escolha do sistema de irrigação ideal.

Entre os principais tipos de irrigação, podemos destacar:

Irrigação por Aspersão: Utiliza grandes quantidades de gotículas de ar de um ou mais jatos de água, que caem como se fosse uma “chuva” artificial.

Irrigação por Microaspersão: Nesse sistema são utilizados emissores que lançam gotículas de água em formato de chuva.

Irrigação Autopropelido: Um canhão ou mini canhão se desloca ao longo da área a ser irrigada, propulsionado pela própria pressão da água.

Irrigação por Gotejamento: A água é depositada diretamente nas raízes das plantas formando pequenos círculos ou faixas únicas.

Não podemos deixar de mencionar que ter apenas um sistema de irrigação, por si só, não faz milagres e não reverte condições adversas, como os pastos degradados. Então, antes de escolher um método para aplicar na recuperação da pastagem é necessário um diagnóstico completo da área.

Gostou do artigo e quer saber os pontos chaves para uma irrigação eficiente? Veja esse vídeo do prof. Demerval:

CLIQUE AQUI E ASSISTA!

Para você que quer evitar prejuízos e aumentar a qualidade de suas pastagens é preciso investir em qualificação, confira:

Curso de Projetos de Sistemas de Irrigação

Curso de Manejo de Sistemas de Irrigação

Fontes: CPT Cursos Presenciais e Grupo Cultivar

Agricultura

Cursos

Destaques

Irrigação

Parceiros

Pastagens

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.