Como montar uma fábrica de ração animal no seu município

Como montar uma fábrica de ração animalComo montar uma fábrica de ração animal é uma das perguntas que os produtores rurais fazem, porém existem outras perguntas atreladas a esta, como por exemplo, quem vai comprar meu produto?

Garantir a eficiência em um investimento não é tarefa fácil e muitas vezes acaba tirando o sono de quem quer ter o seu próprio negócio, não é mesmo?

Investir em conhecimento é uma das ações que aumentam e muito as chances de garantir sucesso. E mais, você já parou para pensar sobre quantas pessoas deixaram de alcançar os retornos esperados por falta de conhecimento, ou mesmo por terem pressa em alcançá-los?

Hoje, a maioria dos investimentos traz a rentabilidade em longo prazo, é preciso ter cautela e profissionalismo. Não conhecer o mercado é um dos principais erros cometidos por aqueles que se interessam em montar um negócio nesse ramo. Você já trabalha no meio agropecuário, ou tem o interesse em iniciar um negócio no ramo? Nós temos dicas importantes para você. Acompanhe até o final deste artigo!

Setor de alimentação animal

O Brasil é considerado um dos grandes produtores mundiais de ração para animais, boa parte do que é produzido tem como destinação principal a avicultura, cerca de 50%. Assim, são atendidas as exigências alimentares de  frangos de corte e aves de postura. Em segundo lugar vem a demanda da suinocultura e posteriormente a pecuária, 25% cada.

Outra demanda é a do mercado pet, inclusive vem apresentando crescimento expressivo. Os brasileiros têm optado cada vez mais pelos animais de estimação, cuja a alimentação está cada vez mais balanceada, em detrimento as antigas sobras de comida. Neste segmento existem alguns nichos de mercado, como o de rações especiais para cães obesos, raças pequenas e sênior.

Regulamentação e fiscalização dos produtos para alimentação animal

É de responsabilidade do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) fiscalizar os insumos utilizados na elaboração da ração animal. Assim, é exigência legal que todos os ingredientes utilizados nas rações, suplementos, aditivos alimentares sejam registrados no MAPA, e que sigam padrões higiênicos e sanitários pré-determinados.

O objetivo dessa fiscalização é garantir a segurança dos produtos exportados e importados, bem como, as normas de fabricação e comercialização. Nesse sentido, é usado como base a instrução normativa n°04/2007 , embasada nas boas práticas de fabricação de ração.

Os pedidos de registros de produtos devem ser encaminhados ao setor responsável pela fiscalização. Existe um modelo de relatório que deve ser preenchido e encaminhado ao MAPA,  alguns produtos, no entanto são isentos de registro. Em resumo, os primeiros pontos verificados no quesito regulamentação são:

  • Registro do estabelecimento
  • Responsabilidade técnica
  • Registros de produtos
  • Certificação das embalagens e rotulagens

Dicas sobre como montar uma fábrica de ração animal

Outro assunto que precisa de atenção especial são as instalações, o dimensionamento vai depender de forma direta da demanda que você planeja atender. Além disso, projetos muito baratos podem trazer surpresas desagradáveis na conta de luz. Assim, é fundamental dimensionar as seguintes estruturas:

  • Depósito de embalagens
  • Setor de armazenagem de matérias primas e produtos acabados
  • Localização e dimensão do setor de produção
  • Instalações do maquinário

 Para chegar a resposta da pergunta sobre como montar uma fábrica de ração animal, é preciso também passar sobre o assunto instalações. É preciso que elas  sejam construídas de forma sólida e adequada aos padrões sanitários. O local de processamento de alimentos necessita de pisos resistentes ao trânsito constante de insumos e deve facilitar a drenagem da água no momento da lavagem e higienização. Devem ser observados os seguintes detalhes rotineiramente:

  • Limpeza e higienização
  • Equipamentos de proteção
  • Sistemas de transporte
  • Moinhos e misturadores

Cursos presenciais na área de industrialização de rações

Necessidade de mão-de-obra

 Mão-de-obra qualificada é o principal fator para garantir a qualidade e produção elevada, o que adianta ter todo um planejamento estruturado se a qualificação dos profissionais deixar a desejar, aí não dá né? Por isso, é preciso ter uma equipe bem treinada em todos os segmentos, desde o chão de fábrica até os gerentes. O desenvolvimento dessa área aplicado com planejamento conta com uma considerável redução de custos e aumento da qualidade e produtividade.

A produção da ração é dividida em etapas, e estar bem alinhado com o processo de produção é condição básica para o sucesso. É preciso traçar um planejamento estratégico a ser empregado desde o recebimento da matéria prima até o escoamento do produto finalizado. As principais etapas a serem planejadas são:

  • Moagem
  • Dosagem
  • Mistura e tratamento( peletização, extrusão)

A moagem é considerada por muitos especialistas um dos passos mais importantes e complexos. Ela inclui diversos componentes, como filtros , moinhos, compostos alimentares, caixa de expansão, exaustores, entre outros.

Com as informações apresentadas ao longo deste artigo você pode conhecer um pouco mais sobre como montar uma fábrica de ração animal. Aproveitamos para trazer uma outra super dica, está aberta a agenda de cursos do CPT Cursos Presenciais sobre boas práticas na fabricação de rações e também sobre a atualização em assuntos regulatórios. Você aprenderá todos os detalhes na prática, atendendo todas as exigências legais e mercadológicas.

Fonte: Suinocultura Industrial, Portal suínos e aves e DCI

 

 

 

 

Agroindústria

Artigos

Cursos

Destaques

Economia Rural

Milho

Notícias

Parceiros

Pecuária

Soja

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.