Por que fazer o controle de umidade do solo?

Fazer o controle de umidade do solo é essencial para acompanhar o desenvolvimento de plantas ou o rendimento de uma cultura. A umidade, nada mais é, do que a quantidade de água que está presente no solo. Em meses mais secos, por exemplo, o índice cai e pode prejudicar uma plantação inteira.

Se pouca água não é o ideal, o excesso também não. Em grande quantidade, a irrigação pode aumentar as perdas de nutrientes por lixiviação, causar a contaminação do lençol freático, aumentar as chances de salinização, aumentar os custos de produção, além de diminuir a oxigenação das raízes das plantas.

Por isso, é necessário que os agricultores e técnicos agrícolas saibam fazer a medição de controle. Mas, mais do que isso, entender que a planta tem necessidades diferentes de umidade de acordo com cada estágio de crescimento. 

Ao longo deste texto você irá descobrir como fazer o controle de umidade do solo e os melhores métodos para essa medição. Boa leitura!

Como fazer o controle de umidade do solo

A água tem diversas funções no nosso planeta. No nosso caso em questão, dizemos que a umidade do solo depende de uma série de fatores, como quantidade de precipitação, intensidade do consumo de água pelas plantas e temperatura do ar. Qualquer nível equivocado de umidade acarreta problemas de desenvolvimento e crescimento das plantas. Mas, então, como medir?

Existem duas formas de realizar o controle de umidade do solo: o direto e o indireto. Os métodos diretos incluem a extração de água de uma amostra de solo por meio de evaporação, lavagem e reação química. Nessa situação, o cálculo da umidade do solo é baseado no peso da água extraída e no nível da secura. O gravimétrico e o volumétrico são os mais populares. 

Já o indireto inclui a medição das características do solo, dependendo do conteúdo de água, além das características de um determinado objeto do solo. Os principais métodos indiretos baseiam-se na moderação de nêutrons, na resistência do solo quanto à passagem de corrente elétrica, na constante dielétrica do solo e na tensão da água no solo. Ou seja, nas características do solo que variam com a sua umidade. Entre os métodos indiretos, a tensiometria é a mais comum. 

Principais métodos para determinar a umidade do solo

  • Elétrico: sugere a determinação da resistência do solo, condutividade elétrica, indutância e capacidade. Apresenta a vantagem de ser um sensor de baixo custo, ser de fácil fabricação e possuir uma ampla faixa de resposta (50 a 1500 kPa).

  • Tensiométrico: método baseado na diferença de tensão da água entre os limites das fases. A partir do tensiômetro pode-se obter o teor de água no solo, determinando de forma indireta a umidade do solo. Existem vários tipos de tensiômetros, sendo os mais comuns, os de punção, os com vacuômetro e os de mercúrio.

  • Óptico: caracterizado pela refletividade dos fluxos luminosos.

  • Condutividade térmica: método confiável de se estimar a tensão da água no solo é através do acompanhamento da condutividade térmica de cápsulas porosas de acordo com sua impregnação com água. Neste método, cada cápsula porosa precisa ser calibrada, individualmente, e a relação entre a tensão de água e a diferença de temperatura medida não é linear e aumenta conforme o solo seca.

  • Sensores de leitura automática: têm capacidade para leitura de tensão entre 0-200 kPa, podendo fazer leituras em um intervalo maior que um tensiômetro. Esses sensores são compactos, facilmente instalados e de baixa manutenção.

Monitore a umidade do solo

O controle ideal da umidade da sua plantação ou cultura deve estar presente no seu plano de irrigação. Enquanto agricultor ou técnico, deve-se conhecer todas as características, métodos e saber analisar o resultado final. Quer aprender mais sobre a umidade do solo da sua propriedade e tornar a sua irrigação mais inteligente? Conheça o curso de Manejo de Sistemas de Irrigação


Fontes: Professora Luciane Kawa, Earth Observing System, Agrosmart, Giovani Neves Jr.

Agricultura

Artigos

Destaques

Irrigação

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2021 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.