Sistema hidropônico na produção de alfaces

Uma produção que consiste na não utilização do solo para o cultivo, mas de uma estrutura específica, elevada, e que conta basicamente com sol e água.

Esta é, em suma, as características de um sistema hidropônico, que tem se revelado como opção cada vez mais recorrente entre produtores e até mesmo para ambientes domésticos. Isso, pelo fato do sistema revelar melhor rendimento e reduções de ciclo em comparação ao cultivo tradicional, sobretudo na produção de alfaces.

No Brasil o principal sistema de produção hidropônica de alface é o NFT (Nutrient Film Technique), que conta uma canaleta apropriada para a circulação de uma solução nutritiva composta de água e nutrientes.

Entretanto, para iniciar uma produção hidropônica de alfaces, por exemplo, é recomendável o uso de água de qualidade, sem excesso de cloro ou boro, substâncias que podem comprometer o desenvolvimento da muda.  Por isso é crucial a análise química e biológica da água disponível, antes mesmo de se iniciar o investimento.

Outro fator importante é a temperatura da água, que não deve variar muito de 25º. A dica sobre este tema é escolher uma tubulação que não colabore para o aquecimento da água, sendo recomendáveis as tubulações brancas, de plástico, que não retém tanto o calor como de outros materiais.

O projeto de uma plantação hidropônica, no entanto, não se resume neste artigo. É preciso se ater a outras dezenas de detalhes, e que devem ser executados por profissionais como engenheiros agrônomos.

 

Uma produção bem elaborada pode gerar lucros aos pequenos produtores que se empenham na agricultura. Saiba mais.  

Fonte: Revista Globo Rural

Agricultura

Mecanização

Notícias

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.