TUDO O QUE AINDA NÃO TE CONTARAM SOBRE TRANSGÊNICOS

Energia elétrica a partir do biogás gera economia no campo

A ideia brilhante de um estudante de mestrado mostrou que é possível gerar energia e economia a partir do tratamento dos dejetos suínos.

Rodrigo Barichello, 25 anos, preocupado em qualificar a propriedade da família, no município de Tucunduva, no Rio Grande do Sul, implantou um sistema de geração de energia elétrica a partir do biogás produzido no tratamento dos dejetos suínos em biodigestores, em 2010.

Em 2011, criou um condomínio de agroenergia formado pela propriedade dos pais e de um vizinho, na localidade de Linha Campininha. Um duto interliga os dois produtores para transportar o gás. A decomposiçao dos dejetos suínos é feita por meio de um biodigestor que produz biogás. O biogás é utilizado em um motor adaptado, que está ligado a um gerador, onde é produzida energia elétrica.

Esse pequeno condomínio gera uma economia de R$ 2 mil mensais. Atualmente, a energia é usada para iluminação e em equipamentos como triturador de ração e para o aquecimento dos animais. O tratamento dos dejetos suínos gera ainda como subproduto o biofertilizante, adubo utilizado na lavoura, outra fonte de economia.

Formado em Administração, na sua passagem pelo mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), orientado pelo professor Ronaldo Hoffmann, Barichello analisou o condomínio de energia que implantou. O trabalho foi premiado no Concurso Mercosul de Monografias sobre Energias Renováveis e Eficiência Energética, promovido pelo Instituto Ideal.

Afirma o pesquisador que o estudo demonstra ser a iniciativa uma possibilidade para o combate à poluição gerada pela suinocultura, gerando benefícios ao meio ambiente.

- O condomínio de agroenergia também incentiva a permanência do trabalhador no meio rural, por meio de uma produção sustentável. Outra vantagem é a economia que pode proporcionar - comenta Barichello, atualmente doutorando na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

 

Por: Juliana Gomes

Fonte: Rural br

Adaptação: Revista gropecuária

 

Conheça o Curso de Boas Práticas de Fabricação de Ração - BPF implementação e gestão

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária:

Professor do CPT Cursos Presenciais fala do Curso de Boas Práticas de Fabricação de Ração - BPF implementação e gestão Professor fala sobre benefícios da integração Lavoura-pecuária e do plantio direto Triticale: Ingrediente alternativo na alimentação animal

 

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail:

Bioenergia

Floresta e Meio Ambiente

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.