O Sistema de Plantio Direto (SPD)

O Sistema de Plantio Direto (SPD)O sistema de plantio direto (SPD) é o caminho para a agricultura sustentável indicado pela Fundação das Nações Unidas (FAO) como modelo de agricultura.

No SPD a palha e os restos vegetais são deixados no solo. A remoção do solo acontece somente onde é colocado o fertilizante e a semente, e as plantas daninhas são controladas com o uso de herbicidas. Porém, para o sucesso do SPD é fundamental a rotação de cultura e o manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas.

Algumas vantagens podem ser observadas pelo sistema de plantio direto como: redução da erosão; melhoramento das condições físicas e fertilidade do solo; aumento do teor de matéria orgânica, nutrientes e água do solo; melhoria da estrutura do solo e aumento da atividade biológica.

Outras vantagens econômicas e ambientais também podem ser observadas como: e diminuição do consumo de combustíveis no processo de produção; aumento da vida útil das maquinas; necessidade de menor volume de chuvas para o trabalho da terra; maior controle época de semeadura; economia de fertilizantes; redução das perdas de solo por erosão, entre outros.

Assim, para aqueles produtores que desejam fazer o plantio direto em suas propriedades é preciso ter qualificação e treinamento, fazer a correção inicial da área, utilizar equipamentos adequados, fazer o manejo correto de infestantes e definir as culturas adequadas para a rotação e cobertura do solo.

Fonte: Rural Pecuária

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Conheça o Curso de Produção de Milho no Sistema de Plantio Direto

produção de milho

Agricultura

Milho

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.