Crise no setor sucroenergético pode estar chegando a fim

O setor sucroenergético, que representa o conjunto das atividades agrícolas e industriais do Brasil, voltadas para a produção de açúcar, bioetanol e bioeletrecidade, e que faz uso em sua grande maioria da cana-de-açúcar como matéria prima, teve uma boa noticia no início deste mês. Divulgada pela diretoria da Biosev, a segunda maior processadora do mundo de cana-de-açúcar, sendo praticamente a porta voz do segmento.  A crise no setor, sentida entre 2010 e 2015, pode estar chegando ao fim. 

A expectativa é para a remuneração de preços para o etanol e para o açúcar, tanto no mercado interno quanto externo, por conta do déficit de açúcar no mundo.

Sendo assim, a companhia deverá aumentar a produção, através de um investimento de mais de R$ 5 milhões, o que deverá ampliar a produção em mais 80 mil toneladas.

Outra boa perspectiva é o aumento do uso da matéria prima, a cana-de-açúcar processada, para outras finalidades não tradicionais.

Os melhores resultados são esperados para o segundo e terceiro trimestres de 2017, sendo o resultado fruto da crescente safra, que deverá apresentar um aumento de 10%. Destaque para as unidades da empresa de Ribeirão Preto (SP).

 

A qualidade do solo influencia muito na produção da cana de açúcar, estar atento a fertilização é essencial. Saiba mais.

Fonte: Revista Globo Rural

Agricultura

Economia Rural

Fertilização

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.