Clima pode atrapalhar projetos agrícolas em vários estados

De acordo com o Climatempo, agricultores que cultivam a soja em várias regiões do país precisam se precaver, em virtude dos prognósticos para os próximos 20 dias, especialmente quem estiver no Mato Grosso, Minas Gerais, Norte e Nordeste.

É que segundo a entidade, estas regiões poderão sofrer com a falta de chuvas em escalas periódicas e necessárias, propiciando solos mais secos, e com isso causar atrasos no plantio e na semeadura. 

No entanto, Mato Grosso do Sul, São Paulo e o sul do Brasil, podem ser consideradas exceções, já que estas regiões estão sujeitas às chuvas mais regulares.

É importante lembrar, segundo o Climatempo, em nota, que a safra do período entre 2015-2016 sofreu com o fenômeno El Niño, que proporcionou prejuízos consideráveis da produção, principalmente de grãos.

Para este ano é esperado o fenômeno La Niña, com a possibilidade de atrasos da chuva regular do início do plantio e excesso da média, em março de 2017, além do prolongamento das precipitações do período úmido.

O único Estado que recebeu boas notícias em relação ao clima foi o Paraná. A região deverá ter um clima mais favorável em comparação com o ano passado, segundo as previsões metereológicas.

 

Com a falta de chuva nesse período os solos ficam secos, causando prejuízos nas plantações. Saiba mais.

Fonte: Revista Globo Rural

Agricultura

Notícias

Soja

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.