A importância do enraizamento e da rotação de culturas para o solo

Um dos pré-requisitos para se ter um solo de qualidade é mantê-lo em sua maior parte com cobertura verde, tendo o homem papel relevante nesta construção.

Sendo assim, os agroecossistemas são uma necessidade cada vez mais evidente, na medida em que é o material orgânico decomposto na superfície que alimenta o solo, com as raízes tendo um papel fundamental na fertilidade do mesmo.

A ênfase ao enraizamento colabora ainda na redução da erosão hídrica e aumento do percentual de cálcio, substância essencial para o desenvolvimento radicular das plantas, as quais necessitam absorver estas substâncias do próprio solo.

Por isso, muitos produtores tem tentado aplicar o calcário superficialmente, o que vem resultando em benefícios e condições semelhantes ao fornecimento do material pelas raízes.

A importância de uma rotação de culturas, de modo a proporcionar diferentes tipos de raízes em prol do equilíbrio ecológico, além da necessidade de manutenção da matéria orgânica com vistas a um solo produtivo.

Desta forma, a agricultura conservacionista, aliada a um manejo de solo adequado, com ênfase no enraizamento, necessita estar presente em qualquer projeto de agricultura bem sucedido e ambientalmente correto.

 

Entenda mais sobre o manejo e fertilização do solo. Clique aqui.

Fonte: Dia de Campo

Agricultura

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.