Mosca-da-Carambola é uma ameaça a fruticultura brasileira

Um inseto que vem causando dor de cabeça em vários produtores brasileiros do setor de fruticultura, devido aos inúmeros prejuízos, a mosca-da-carambola afeta consideravelmente a qualidade dos produtos, colocando em risco as exportações. A praga, de nome científico cbactrocera carambolae ataca plantações de várias espécies, tais como carambola, manga, laranja, tangerina, banana, dentre outros.

O inseto é relativamente recente, já que foi identificado pela primeira vez em 1996, no município de Oiapoque (AP), no extremo norte do país. Atualmente, a sua maior presença é no estado do Amapá, sendo que há possibilidade de se expandir para outras regiões, o que vem causando temor.

Diante disso o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP) vêm criando algumas ações preventivas, através da apresentação de um plano de erradicação da praga.

De acordo com a proposta já apresentada para a Comissão Nacional de Fruticultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o objetivo é evitar a disseminação da doença para que o mercado externo brasileiro do setor não fique comprometido.

 

Veja técnicas de defensivos aplicados no combate dessa praga. Clique aqui.

Fonte: Grupo Cultivar

Agricultura

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.