Carvão aumenta a fertilidade dos solos e favorece o meio ambiente

Estudos realizados em solos permeados por carvão vegetal, na região Amazônica, constataram que o carvão pode colaborar consideravelmente no desenvolvimento dos vegetais e ao próprio solo. Os locais analisados apresentaram riqueza de carbono, nitrogênio, fósforo, cálcio, todos em fertilidade e teores de matéria orgânica, sendo altamente produtivos, ou seja, bem diferentes dos arenosos e argilosos.

Esta interação é também conhecida como Biocarvão ou “Biochar”, foi testada pela empresa Cultvale Agroflorestal em parceria com a Fazenda Losango, localizada em Piedade, São Paulo.

As instituições desenvolveram um estudo com culturas inseridas neste tipo de solo, sendo que após três rotações e 5 meses de plantio, os produtos cultivados em solos com o biocarvão apresentaram ganhos maiores do que em solos tradicionais, nos próprios solos e nas características físicas e químicas dos produtos.

O Biocarvão favorece ainda o meio ambiente e sua capacidade de reter carbono. Em outras palavras, uma tonelada de carbono estocado equivale a cerca de 3,7 toneladas de carbono extraído da atmosfera.

 

Entenda mais sobre manejo e fertilidade do solo. Clique aqui.

Fonte: Painel Florestal

Agricultura

Fertilização

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.