Sistemas de irrigação em videira

O cultivo de videiras no Brasil vem se revelando, ao longo dos anos, como uma das atividades mais lucrativas. Ao todo, temos aproximadamente 81 mil hectares plantados em várias regiões do país, devido à capacidade desta planta de se adaptar a vários climas, sobretudo temperados e tropicais. Destaque para as regiões do Rio Grande do Sul.

Entretanto, o cultivo ocorre também em áreas consideradas mais quentes, contando com um eficaz sistema de irrigação, que contribuiu para a melhoria da qualidade da uva e da produção em casos de longas estiagens. 

A irrigação necessita ser corretamente manejada nestas áreas, de modo que seja aplicada no momento certo e em quantidades pré-estabelecidas, pois tanto a falta quanto o excesso pode prejudicar a cultura, como o enfraquecimento e até mesmo o crescimento desordenado das folhas.

Há ainda os tipos de irrigação que podem ser aproveitados para cada tipo de cultura, como por gotejamento, aspersão, dentre outros.

 É, portanto, de grande importância que um projeto de videiras seja amparado por um profissional capacitado, que terá as ferramentas e o conhecimento necessários para mensurar os níveis de umidade do solo, distribuição da água, tecnologias a serem aplicadas, dentre outros detalhes que irão garantir o sucesso da produtividade.

 

Saber manusear os sistemas de irrigação de forma adequada é a garantia de ter uma produção qualificada e que proporcione lucros. Saiba mais sobre esses sistemas. Clique e confira.

Fonte: Clube amigos do campo

Agricultura

Irrigação

Mecanização

Notícias

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.