A densidade da semeadura do milho faz a diferença na colheita

O milho é um dos cereais mais representativos da agricultura brasileira, sendo que sua produção chegou, somente no ano passado, a cerca de 54 milhões de toneladas.  Tudo isso em uma área de aproximadamente 12 milhões de hectares, em diferentes estados do país.

No entanto, estudos e métodos de cultivo, com vistas ao aumento desta produtividade, estão cada vez mais frequentes.

Um dos fatores a serem levados em questão, sem dúvida, é a densidade de cultivo. Ela consiste em uma distribuição equânime das sementes do milho, com vistas a uma boa produtividade. Em outras palavras, o número de plantas por unidade de área.

Conhecer as técnicas de tal procedimento deve ser uma preocupação constante de produtores e profissionais envolvidos, já que isso irá influenciar diretamente no rendimento e sucesso do cultivo.               

 

Entenda mais sobre semeadura do milho e as práticas de manejo integrado aplicado nessas culturas. Clique e confira.

Fonte: Rural Soft

Agricultura

Milho

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.