Cigarrinha-das-pastagens causa prejuízo a pecuaristas

Uma das pragas mais perniciosas e que vem atacando pastos principalmente no Acre e Amazonas, inviabilizando o seu desenvolvimento, causando uma espécie de “queima” das folhagens, é a Cigarrinha-das-Pastagens.

Com isso, a alimentação bovina fica comprometida, gerando animais com pesos menores do que o esperado.

A situação já foi alertada pela Embrapa, recentemente, ao lançar um comunicado sobre métodos de monitoramento das áreas afetadas, através da aplicação de pulverizadores químicos e biológicos.

Em locais onde o método já foi adotado, a pastagem permaneceu verde e sadia, em contraste com outras áreas afetadas, demonstrando bons resultados.

O manejo destas forragens tem sido um dos grandes desafios nos últimos anos de profissionais da área, que buscam no conhecimento e na qualificação profissional o caminho para a solução destes problemas que tanto afligem os pecuaristas.  

Investir em métodos de combate a essa praga, juntamente com a busca por conhecimento atualizado tem sido o propósito atual de muitos pecuaristas. Confira.

Fonte: Dia de Campo

Agricultura

Áreas

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.