Diferenças entre as raças Gir e Guzerá: qual tem mais facilidade para engorda

Segundo especialistas, origem, linhagem e qualidade da nutrição influenciam no ritmo de desenvolvimento de animais. As raças zebuínas guzerá e gir têm em comum a dupla aptidão. No entanto, o guzerá costuma engordar mais rápido que o gir.

O criador de raças zebuínas, Pedro Cardoso dos Santos, acreditando que a raça gir chega antes ao ponto de abate, recebeu esclarecimento de técnicos no assunto, sobre o porquê disso ocorrer. O intermediário da informação foi o Jornal da Pecuária.

O diretor técnico da Associação de Criadores de Guzerá, no Brasil, Geraldo Melo Filho, afirma que o guzerá costuma engordar mais rápido em relação a outras raças, em função de sua origem. Por ser originária de uma região desértica, que exige do animal a capacidade de converter o pouco alimento disponível em sobrevivência e produção, a raça possui um grau superior de conversão e adaptabilidade.

Segundo ele, o guzerá tem capacidade natural de ganhar peso e de entrar forma de modo rápido e, associado às técnicas no Brasil, de seleção dos animais, de acordo com as características para a produção de leite ou corte, isso o torna ainda mais produtivo.

Melo acrescenta que essa seleção realizada resulta sucesso no ganho de peso e na produção de carcaça. Além disso, ele conclui que a característica natural da raça guzerá e a seleção feita adotada no país permite que essa raça vá ao abate com mais rapidez. isso.

Outra coisa é que esses animais tem um porte maior que o gir.

Por sua vez, o jurado da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Virgílio Camargo, defende que o gir não demora tanto a ganhar o pensa o criador de zebuíno. Ele aponta que, em função de o animal ter porte pequeno a médio, pode dar a impressão de se desenvolver em ritmo mais lento. No entanto, dependendo do cruzamento, de ser raça pura, e da linhagem, esse ritmo pode aumentar.

De acordo com ele, atualmente, existe muita linhagem voltada para a produção leiteira, de forma exitosa. Camargo defende que dependendo das condições de pastagens e das boas condições de conservação, o gir tende a demorar bem mais que o guzerá, mesmo.

Para ajudar a melhorar o rendimento do gir, ele sugere que o criador procure, pesquise campeões, ou seja, veja touros de frames maior, campeão de dupla aptidão, para que estes possam acasalar nas fêmeas e produzir ganho genético, bem como novas gerações mais rápidas no engordamento.

 

 

 

Fonte: Rural Br

Adaptação: Revista Agropecuária

     

Conheça o Curso de Formulação de Dietas e Rações para Bovinos

 

 

 

Veja outras  publicações na Revista Agropecuária: Importância do Casqueamento Bovinos Você já viu frutas em formato de caixinha? Confira! Código Florestal: custos da adequação e multas      

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail:

   

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.