Falta de pastagem desvaloriza bezerro desmamado em MG

De acordo com pesquisa da Scot Consultoria, apenas o boi magro valorizou em Minas Gerais nos últimos doze meses. A alta foi de 1,1% e o animal ficou cotado em R$ 1.120,00/cabeça.

A categoria que mais desvalorizou neste mesmo período foi o bezerro desmamado, 13,4% no total, sendo cotado em R$ 590,00/cabeça. O maior recuo aconteceu de janeiro até outubro -12,1%.

Para os pesquisadores da Scot Consultoria, a falta de pastagens é o principal motivo do baixo volume de negócios no Estado.

Atualmente, com a venda de um boi gordo de 16,5 arrobas compram-se 2,7 bezerros. A relação de troca do bezerro desmamado com o boi gordo foi a relação que teve maior alta nos últimos doze meses, 16,8%.

Fonte: Pecuária Rural

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Manejo Intensivo de Pastagens para a Bovinocultura

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Produção do etanol de 2ª geração, pode chegar até a dobrar a produção Saiba por que o húmus de minhoca é tão importante para as plantas Entenda por que o Agronegócio é tão importante para o Brasil  

 

Bovinos

Destaques

Notícias

Pastagens

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.