Depois de semear é hora de cuidar

A Fundação Mato Grosso inicia a partir do dia 19 de novembro mais uma etapa do evento denominado: "A Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar". A primeira etapa acontece no próximo dia 19, no município de Diamantino e a última etapa está prevista para o dia 6 de dezembro, em Querência.

Entre os temas a serem discutidos nas palestras, estão: "Pragas - Cuidados Constantes para Melhores Resultados", que será proferida por Lucian Vivian, da Fundação Mato Grosso; "Tecnologia de aplicação Sustentável", a ser apresentada por Ulisses Antuniassi, da Unesp de Botucatu; "Com o El Ninho Enfraquecido, Como Será o Clima para a Safra 2012/2013", por Marco Antônio dos Santos, da Somar Meteorologia; "Ferrugem: como Minimizar as Perdas e garantir a Produtividade", por Fabiano Siqueri e Ivan de Araújo Júnior, da Fundação MT. Assim, estes especialistas levarão informações e responderão dúvidas dos produtores, agrônomos, técnicos agrícolas e consultores sobre estes temas. Os ciclos das palestras acontecem em duas cidades por dia, um no período da manhã e outro no período da noite.

Segundo Hugo de Carvalho Ribeiro, presidente da Fundação Mato Grosso, depois de um árduo trabalho em campo, agora o momento é de cuidar do que foi semeado, os produtores e os envolvidos na cadeia estão indo bem até o momento, mas a partir de agora é fundamental que todos estejam atentos a muitos fatores, entre eles o clima, doenças, manejo de pragas e tecnologia de aplicação para continuidade da realização de um bom trabalho, para que no final a colheita seja realizada com excelência.

O objetivo da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, é justamente ajudar o produtor e sua equipe a cuidar bem do que plantou para colher excelentes resultados. Dessa forma é que a Fundação MT coloca mais uma vez seu time para percorrer os campos de Mato Grosso e Goiás.

Para o ciclo 2012/2013, o especialista aponta que o cenário agrícola hoje indica que a soja voltará com tudo. As expectativas para a próxima safra são as melhores. E este é o momento do produtor rural fazer o planejamento para atender a alta demanda pelo grão, cuidando do que plantou.

De acordo com o segundo levantamento de safra divulgado no dia 8 de novembro pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Brasília, a estimativa para a produção de grãos no período 2012/13 deve ficar entre 176,82 e 181,55 milhões de toneladas. O valor representa um aumento entre 6,4% e 9,3% comparado à safra passada, que chegou a 166,17 milhões. A soja é o destaque entre as culturas quanto ao crescimento de produção, com acréscimo estimado entre 13,71 milhões e 16,61 milhões de toneladas em relação à safra anterior.

Em relação aos efeitos climáticos sobre o plantio de culturas, a demora do início das chuvas ainda não é um parâmetro a ser avaliado, de acordo com o secretário substituto de Política Agrícola, Edílson Guimarães, as chuvas podem se estender e ainda é cedo para afirmar que o clima vá afetar produção de grãos.

Fonte: Agrolink

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Curso de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura no Município Através da Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura

    Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Produção do etanol de 2ª geração, pode chegar até a dobrar a produção Saiba por que o húmus de minhoca é tão importante para as plantas Entenda por que o Agronegócio é tão importante para o Brasil    

 

Agricultura

Destaques

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.