Consumidor deverá pagar mais caro pelo ovo de Páscoa

Esse ano o consumidor deverá pagar mais caro pelo ovo de Páscoa, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). De março de 2011 a fevereiro de 2013, o preço subiu, em média, 19,78%, índice que representa 7,78 pontos percentuais acima da inflação do mesmo período, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

A alta dos preços esse ano em relação ao ano passado, foi 6,42%, alta de 0,38 ponto percentual acima da inflação dos últimos doze meses, que foi 6,04%. Ainda, segundo a pesquisa os preços só não subiram mais, porque alguns produtos básicos utilizados na fabricação tiveram quedas significativas, como o preço do cacau, que caiu 12% nos últimos doze meses, e do açúcar, que teve queda de 11% no mesmo período.

Dentre as capitais onde foi realizada a pesquisa a maior alta foi em Porto Alegre (8,35%), São Paulo (8,15%), Rio de Janeiro (6,06%) e Belo Horizonte (4,03%). Mesmo com o aumento dos preços as vendas não devem cair, visto que, o ovo de Páscoa é um produto usado para satisfazer o apelo emocional, principalmente das crianças, que são educadas a partir da representação do simbolismo da época.

Fonte: Revista Globo Rural Adaptação: Revista Agropecuária      

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Agricultura e irrigação - A importância do conhecimento de projetos de sistemas de irrigação para a implantação correta da irrigação Exame clínico em bovinos Feicorte NFT 2013

 

Destaques

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.