Mercado do boi gordo em queda

boi gordo - novoMercado do continua em queda devido à retenção dos animais no pasto. Os pecuaristas estão esperando melhores preços de acordo com pesquisa realizada pela Scot Consultotia. Por outro lado, a margem da indústria recuou, o que diminuiu o ímpeto das empresas pela compra.

Em São Paulo as ofertas continuam estáveis, existindo ofertas de compra com valores maiores que a referência do resto do país, a cotação em São Paulo está sendo fechada a R$ 98,00/arroba, à vista. Os negócios com valores maiores têm sido registrados em empresas que não adquirem animais nas praças vizinhas. Os frigoríficos que adotam esta estratégia tendem a segurar os preços de balcão dentro do Estado. As escalas de abate estão atendendo entre dois e três dias, na maioria dos casos.

As vendas de carne com osso são lentas, sobretudo para as peças de traseiro. Há expectativa de melhora no início do mês, época de pagamento.

Já no Mato Grosso, os preços de animais de reposição ficaram estáveis na ultima semana. O garrote, único que teve alteração de preço (9,5 arrobas), está cotado em R$ 860,00 por cabeça, valor 1,2% mais baixo que o verificado há uma semana.

As cotações ficaram estáveis para o boi magro (12 arrobas), o bezerro de ano (7 arrobas) e o bezerro desmamado (5,5 arrobas) em R$ 1.060,00, R$ 720,00 e R$ 660,00/cabeça, respectivamente.

Fonte: Pecuária Rural

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

 

Conheça o Curso de Formulação de Dietas e Rações para Bovinos

Formulação de dietas em bovinos

 

 

    Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Agricultura e irrigação - A importância do conhecimento de projetos de sistemas de irrigação para a implantação correta da irrigação Exame clínico em bovinos Feicorte NFT 2013

Artigos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.