Casqueamento bovino: como e quando fazer

casqueamento preventivoO casqueamento preventivo é uma forma de evitar o desenvolvimento de possíveis doenças que afetam o casco dos animais. Para a realização do procedimento, é necessário observar alguns passos para que não ocorram problemas no processo.

Antes da realização do procedimento de casquear, é de suma importância que o material a ser utilizado seja desinfetado, evitando assim possíveis contaminações por doenças contagiosas de um animal para outro.

Durante o casqueamento são utilizadas três tipos de ferramentas: a rineta, a torquês e a lixadeira. A rineta é utilizada para a limpeza das patas, já a torquês para cortar a aparar os cascos, enquanto a lixadeira afina e tira todas as imperfeições dos casos sendo necessário uma para cada animal.

O animal deve ser preso de forma a evitar que algum acidente ocorra, depois a limpeza das patas deve ser feita, seguida do aparamento das pinças a fim de evitar o entesouramento das unhas, e para finalizar o trabalho a lixa dá o acabamento e tira o excesso. O casqueamento preventivo é recomendado duas vezes ao ano, já quando o casqueamento tem finalidade de cura de alguma moléstia, é necessário o uso de medicação, indicada pelo médico veterinário responsável.

Fonte: Balde Branco

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Conheça o Curso de  Casqueamento Preventivo e Correção de Aprumos em Bovinos

Casqueamento2

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.