Boas práticas quanto à fabricação de ração

Boas práticas quanto à fabricação de raçãoA alimentação de qualidade no mercado de animais de produção garante um bom crescimento e saúde, e consequentemente maior lucratividade no mercado consumidor. Assim a qualidade quanto à fabricação de ração é muito importante, uma vez que com todo o crescimento e exigência do setor de produção, as fábricas de alimentos destinadas à produção alimentar devem ser adaptar e se aperfeiçoar.

Através da Instrução Normativa nº 04 de fevereiro 2007, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) órgão responsável pela regulação da atividade de produção alimentícia animal fiscaliza as fábricas.

Já a definição das normas de fabricação e comercialização, registro e fiscalização dos produtos destinados à alimentação animal são realizados pela Coordenação de Produtos de Alimentação Animal (CPAA), do Departamento de Fiscalização de Insumos Pecuários, da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), sendo executada pelos Fiscais Federais Agropecuários por meio de vistorias, fiscalizações e auditorias para verificação do atendimento da legislação.

Os estabelecimentos devem cumprir o que determina a Instrução Normativa nº 4/2007 que se refere às boas práticas de fabricação e condições higiênico-sanitárias das fábricas. Já para os registros dos produtos e estabelecimentos são realizados de acordo com as normas dispostas no Decreto 6.296/2007, que regulamenta a Lei 6.196/1974.

 

Quais os princípios gerais de higiene do Codex Alimentarius?

Quais as enfermidades transmitidas por alimentos?

Quais os aspectos de microbiologia dos alimentos?

 

Fonte: CPT Cursos Presenciais

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Conheça o Curso de Boas Práticas de Fabricação de Ração - BPF implementação e gestão

BOAS PRATICAS DE FABRICAÇÃO DE RAÇÃO

Cursos

Destaques

Notícias

Saude animal

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.