Direitos do trabalhador rural

Economia do Brasil e a agriculturaA Lei número 5.889/73, o Decreto número 73.626/74 e o artigo 7º da Constituição Federal de 1988 regem os direitos e os deveres do trabalhador rural. O profissional que trabalha nessa área tem assegurado o salário mínimo, que deve ser observado de acordo com o piso salarial da categoria a que pertence o empregado.

A pessoa que oferece o trabalho, ou seja, aquela que emprega o trabalhador rural, é um pessoa física ou jurídica, que pode ser proprietária ou não. O empregador rural cultiva a atividade agro econômica, em tempo permanente ou temporário.

O trabalhador rural tem direito a jornada de 44 horas semanais e 220 horas mensais, entre duas jornadas precisa ter um período mínimo de 11 horas. O trabalhador rural também tem direito a férias, ao 13º salario, ao aviso prévio, ao seguro desemprego, ao fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), entre outros.

Para maiores informações o trabalhador ou o empregador rural, pode consultar o Artigo 7º da Constituição Federal.

 

Quais as principais ferramentas para o desenvolvimento da Agricultura Familiar?

Como desenvolver programas e campanhas de incentivo para produzir alimentos saudáveis?

Como analisar a realidade da produção agrícola no município?  

 

Fonte: Lei Trabalhista

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

Destaques

Economia Rural

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.