Qualidade da pastagem é determinada pelo teor de nitrogênio

manejo-de-pastagem2O nitrogênio é o principal responsável pelo teor de proteína bruta das forrageiras, é essencial para o desenvolvimento e a composição nutricional.

O nitrogênio é absorvido pela forrageira e dessa forma se torna a matéria-prima para a produção de aminoácidos, moléculas que dão origem as proteínas. A adubação nitrogenada é a que apresenta a melhor resposta em relação à produção de massa verde da forrageira, ou seja, quanto mais nitrogênio, mais matéria verde para o rebanho e com isso há o aumento da produção e consequentemente mais lucratividade.

Além das vantagens trazidas em relação à produtividade, o produtor economiza dinheiro com concentrado. Quando o produtor faz a aplicação de doses adequadas de nitrogênio em solo com boa umidade e também há o manejo adequado da pastagem, é permitido alcançar teores de proteína bruta que chegam em 20%.

Para que o uso do nitrogênio aconteça com sucesso é preciso que seja bem assimilado pela planta, é preciso que o seu uso esteja em harmonia com outros nutrientes. Foi observado que o nitrogênio tem efeito sinérgico com o fosforo, potássio e enxofre.

 

Como diagnosticar pastagens em degradação?

Como calcular a demanda forrageira do sistema de produção de bovinos?

Quais as tecnologias de manejo de pastagem que aumentam a produtividade da pecuária bovina?

 

Fonte: Revista Mundo do Leite

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

Conheça o Curso de Manejo Intensivo de Pastagens para a Bovinocultura

manejo de pastagem para bovinocultura2

Destaques

Notícias

Pastagens

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.