Produção de forrageira com capineira

A capineira é utilizada como forrageira de corte como busca de solução para minimizar os problemas com a baixa qualidade das pastagens.

Vários fatores influenciam a produção e o valor nutritivo das forrageiras, dentre esses temos o tipo de forrageira, ou seja, a espécie e variedade; as condições climáticas e do solo; e o manejo e corte principalmente a idade da rebrota.

Na formação da capineira é preciso que seja plantada próxima ao local de fornecimento dos animais, pois dessa forma o transporte e a manutenção são facilitados, e também a diminuição nos custos. Para esse tipo de plantação recomendam-se solos drenados e profundos.

Antes de escolher a capineira é preciso avaliar o clima e as condições do solo da região. As gramíneas de corte mais utilizadas como capineira são os capins elefante, napier, cameron e capim tobiatã.

Para a plantação da capineira é preciso escolher o local e selecionar a melhor planta para determinada região, posteriormente a área precisa ser preparada no final do período seco, ou seja, novembro a dezembro. A área precisa ser limpa e o solo arado, a capineira deve ser plantada logo após as primeiras chuvas.

Para o melhor desenvolvimento da planta é preciso adubá-la anualmente ou a cada dois anos, conforme a intensidade que se da à exploração.

 Fonte: Agro Mundo

Adaptação: Revista Agropecuária    

 

Como diagnosticar pastagens em degradação?

Quais as espécies forrageiras mais utilizadas nos sistemas de pastagens brasileiros?

Quais as tecnologias de manejo de pastagem que aumentam a produtividade da pecuária bovina?  

 

Conheça o Curso de Manejo Intensivo de Pastagens para a Bovinocultura

manejo de pastagem para bovinocultura2

Bovinos

Destaques

Diversos

Notícias

Pastagens

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.