A boa gestão na pecuária de corte faz toda diferença

A pecuária brasileira busca inovar e melhorar a produtividade diante do mercado cada vez mais exigente, seja por parte de quem consome os produtos, vende ou fiscaliza. Houve um grande salto tecnológico de todo o setor, porém o desempenho não acontece de maneira uniforme, ainda hoje vários produtores enfrentam dificuldades no manejo de pastagens, na nutrição animal, no controle de doenças e parasitas, no melhoramento genético e também na comercialização do rebanho.

Para enfrentar estes problemas existem muitas soluções tecnologias, no entanto não são colocadas em práticas devido à falta adequada de uma boa gestão da propriedade, e assim acaba não sendo lucrativa como poderia. E preciso pensar no controle adequado dos recursos, planejar em longo prazo e conduzir análises efetivas visando o direcionamento dos negócios.

A propriedade rural é uma empresa e deve ser administrada de maneira eficaz, de acordo com o seguimento e tecnologias disponíveis. É preciso observar e colocar em prática a habilidade gerencial; práticas de rotina em gestão; ferramentas de gestão; e plano tecnológico.

Na habilidade gerencial o pecuarista irá gerenciar a propriedade, nesse processo é preciso ter inteligência, intuição, capacidade adaptativa, noções de matemática, percepção espacial, relações interpessoais, senso crítico, capacidade analítica, entre outros. Quando o pecuarista não possuir estas características, é recomendável que vá a busca de um profissional capacitado.

As práticas de rotina em gestão são adquiridas através do conhecimento dos negócios, é preciso mapear a propriedade não se esquecendo de tudo que há nela. É necessário também ter o controle dos dados de cada dia, como compras de insumos, doenças encontradas, mão-de-obra utilizada, entre outros. Por meio dessa análise as informações coletadas mostrará em qual setor a propriedade precisa investir, encontrando problemas e impondo soluções.

O gestor utilizará as ferramentas de gestão, ou seja, todos os materiais utilizados sejam anotações em papel ou planilhas em computador, para analisar os dados, estabelecer metas, organizar os recursos, investir e reprimir gastos desnecessários, entre outros.

O plano tecnológico caracteriza-se como o plano geral de objetivos e metas da propriedade, considerando os recursos disponíveis para cada seguimento.

Na pecuária de corte a gestão é essencial, uma vez que, quando mais rápido conseguir alcançar o peso para abate, com qualidade e baixo custo, melhor será a lucratividade da propriedade.

 

Fonte: Embrapa Gado de Corte.

 

Saiba como calcular o custo de produção de bovinos de corte.

Como elaborar o planejamento da pecuária de corte.

Áreas

Bovinos

Bovinos de Corte

Mecanização

Pecuária

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.