Cultivo de forrageiras e pastagens na produção de rebanho bovino

O correto cultivo de forrageiras e pastagens destinadas à produção de rebanho bovino permite um maior desenvolvimento dos animais, uma vez que serão bem alimentados, consequentemente apresentarão melhores resultados finais.

Para o cultivo é preciso escolher a área da propriedade, pois permite selecionar forrageiras adaptadas atopografia. As várzeas são passíveis de inundações e são férteis, local propício a produção de culturas e pastagens anuais, como milho, sorgo, forrageiras de inverno, entre outras; e pastagem permanente, as gramíneas, são forrageiras resistentes ao encharcamento, como capim-angola, setária, coast-cross, tangola, entre outros.

As áreas de meia encosta apresentam fertilidade natural elevada, podem ser cultivadas com forrageiras de alto potencial de produção de biomassa, como o milho e sorgo para silagem; cana-de-açúcar para corte; capim-elefante para capineira e formação de pastagens de capim-elefante, colonião, tanzânia, mombaça, estrela africana, e outras. 

Paras as áreas de morro possuem solos de baixa fertilidade natural e declividade acentuada, é recomendável o uso de  forrageiras tolerantes a acidez do solo, baixa fertilidade natural, rápida cobertura do solo após o plantio e boa capacidade de sementeação,  como as braquiárias e o capim-gordura.

Outro fator importante a ser analisado é o solo, a fim de diagnosticar a fertilidade. O preparo da área também deve ser considerado, assim como a conservação do solo que garante a perpetuação do recurso natural não renovável, que deve ser feita a partir das curvas de nível, terraceamento em terrenos mais declivosos.

A calagem, fator que deve ser considerado, objetiva neutralizar o alumínio tóxico presente na solução do solo, um dos responsáveis pela acidez da área, e também fornecer cálcio e magnésio, elementos essenciais para o crescimento das plantas. O preparo do solo que no plantio tradicional, consiste de aração e gradagem, operações não executadas quando o plantio for direto na palha. O preparo do solo objetiva melhorar as condições físicas, aeração e a absorção de água, facilitando o semeio e a germinação das sementes e mudas.

 

Fonte: http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Leite/LeiteRecriadeNovilhas/instalacoes.htm

 

Saiba qual a importância do manejo sobre a produtividade e valor nutricional da pastagem.

Conheça os ciclos dos Nutrientes e sua Relação com a Nutrição de Plantas.

 

Agricultura

Artigos

Bovinos

Irrigação

Pastagens

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.