Formulação de ração concentrada

Para a formulação de ração concentrada é necessário seguir alguns passos. Existe métodos práticos no que se refere ao balanceamento da ração: caracterizar os animais para os quais se deseja balancear a ração; verificar as exigências dos nutrientes dos animais de acordo com o item anterior; levantar e quantificar os alimentos disponíveis; relacionar a composição química e o valor energético dos alimentos a serem utilizados, considerando-se os nutrientes de interesse; proceder ao balanceamento da ração para a proteína bruta e energia; depois de concluído o cálculo da ração, verificar se todas as exigências foram atendidas.

O cálculo da ração pode ser feito por diversos métodos, porém os mais práticos são os realizados por softwares ou planilhas em microcomputadores, pois estas apresentam maior rapidez, precisão e economia. Os métodos manuais também podem ser utilizados com grande eficácia.

É preciso levar em consideração que a ração deve ser balanceada com ingredientes de custo mínimo evitando assim impactos no custo final. Também é necessário conhecer a relação do valor nutritivo ou quilo de nutrientes pelo preço dos alimentos disponíveis, podendo comparar e utilizar em maior quantidade os que são mais econômicos.

Os alimentos utilizados para a fabricação da ração devem estar em boas condições sanitárias, ou seja, não podem ter sofrido fermentações indesejáveis ou outras alterações. A mistura deve ser efetuada da forma homogênea evitando assim que os animais selecionem e consumam os ingredientes de maior aceitabilidade. A ração deve ter um preparo adequado, para que os animais possam ingerir e aproveitar com facilidade os alimentos.

Fonte: Embrapa

 

Veja como montar uma fábrica de ração. Clique aqui.

Aprenda boas práticas de fabricação de ração. Veja aqui.

Destaques

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.