Manejo do sistema de irrigação por aspersão

Os sistemas de irrigação são utilizados nos mais variados tipos de produção, e dependendo do solo, clima, disponibilidade de água e equipamentos e da variedade plantada o produtor deve escolher o melhor sistema de irrigação.

O sistema de irrigação por aspersão aplica a água ao solo, resultando na fragmentação do jato de água lançado sob pressão no ar atmosférico, através de simples orifícios ou bocais de aspersores. Como todo tipo de sistemas de irrigação, o por aspersão apresenta vantagens e limitações que devem ser analisadas quanto da seleção do sistema a ser utilizado.

Dentre as vantagens temos a dispensa do preparo ou sistematização do terreno, permite o bom controle da lamina de água a ser aplicada, economia de mão de obra e água com maior eficiência, permite a aplicação de fertilizantes e tratamentos fitossanitários.

Dentre as limitações podemos destacar: custos iniciais altos quanto a operação e manutenção, distribuição de água afetada pelos fatores climáticos, favorece o desenvolvimento de doenças, apresenta risco de selamento da superfície do solo, e também é um tipo de irrigação imprópria para água com alto teor de sais.

Observando as vantagens e as limitações do sistema de irrigação por aspersão, cabe ao produtor avaliar as variáveis e aplicar a que mais convém, visando eficiência e lucratividade.

Fonte: UNESP

Aprenda a aplicar técnicas para melhorar a fertilidade do solo. Veja aqui.

Caracterização e avaliação de Aspersão e Localizada. Clique aqui.

Destaques

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.