Programa genético multiplica carne bovina de qualidade nobre

Um ousado programa de multiplicação genética do gado akaushi, de origem japonesa, realizado pela Origine, uma empresa de Brasília, vem aos poucos revolucionando o mercado de carnes nobres no Brasil, ou seja, as chamadas carnes premium.

É que o cruzamento deste animal com a vaca nelore vem gerando animais especiais, portadores de uma carne diferenciada, saudável, com características peculiares de maciez, sabor e qualidade nutricional. O produto possui ainda níveis altos de ácido oleico, o chamado Ômega 9, considerado superior ao Ômega3. O objetivo da empresa é que a reprodução ocorra, a partir de agora, em escala industrial.

Tudo começou há quatro anos, quando a empresa importou dos Estados Unidos dez bovinos vivos da raça pura akaushi. Os animais passaram a ficar em um alojamento no interior de São Paulo, para os cuidados de uma prestadora de serviço de coleta de sêmen e produção in vitro de embriões.

Atualmente, o projeto já conta com mais de 100 fazendas, gerando a produção de 23 mil animais meio-sangue akaushi. Boa parte da produção vai para redes de churrascarias e casas de carne do país, sendo que produção encontra-se em franca expansão.

Diante destas boas expectativas, a empresa projeta para 2018 a inauguração de uma filial específica para abate e industrialização da carne akaushi.

 

A eficiência reprodutiva dos bovinos por meio da mistura de raças gera lucratividade aos produtores. Saiba mais.

Fonte: Revista Globo Rural

Bovinos de Corte

Mecanização

Notícias

Pecuária

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.