Frigoríficos brasileiros se tornam aptos a exportar carne bovina para os EUA

As relações exteriores brasileiras no que diz respeito às exportações de carne bovina ganharam um importante capitulo no último mês. É que cinco plantas frigoríficas brasileiras receberam certificações sanitárias que as credência a vender seus produtos para os Estados Unidos, especialmente carne in natura.

Parte das unidades se localiza no Mato Grosso, nos municípios de Campo Grande, Naviraí e Bataguassu. A outra em São Paulo, em Barretos, e outra em Goiás, na cidade de Palmeira de Goiás.

A primeira leva dos produtos, por meio de containers, foi despachada no dia 18 de setembro, do frigorífico de Bataguassu. A outra no dia 19, de Campo Grande.

Para o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Luís Vargas, o embarque foi bastante comemorado, pois simboliza a confiabilidade e transparência dos produtos brasileiros perante o mercado externo.

Outras unidades passam por adequações, e por isso deverão nos próximos dias direcionar parte de suas produções também para os Estados Unidos, fato que deverá irá abrir novas portas em outros mercados mundiais.

De acordo com dados do Dipoa, o Brasil está em plenas condições para suprir a cota de importação americana, que é de 64 mil toneladas por ano.

 

A avaliação da qualidade desses frigoríficos conta com auxilio de profissionais especializados na área. Saiba mais.

Fonte: Ministério da Agricultura

Bovinos

Bovinos de Corte

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.