TUDO O QUE AINDA NÃO TE CONTARAM SOBRE TRANSGÊNICOS

Controle de doenças é essencial no sucesso da criação de caprinos

A criação de caprinos no Brasil vem se relevando, cada vez mais, uma excelente alternativa para muitos empresários e criadores que já perceberam o potencial da crescente demanda pelos produtos gerados por estes animais, como carne e leite.

No entanto, para que uma produção atinja seus objetivos e seja um sucesso, é preciso uma série de cuidados relativos ao manejo e ao controle de doenças, de modo a evitar prejuízos no negócio.

A artrite-encefalite caprina, por exemplo, é uma delas. A enfermidade atinge animais de diferentes raças e idades, além de machos e fêmeas, que passam a apresentar como principais sintomas a dificuldade para se movimentar, anorexia, mastite e problemas pulmonares.

A doença pode ser transmitida através do contato direto com secreções de animais contaminados.

Os animais podem se contaminar inclusive através do consumo de colostro, ou seja, da própria mãe.

A notícia ruim é que a doença não tem cura, apesar de que há diferentes tipos de tratamentos que podem amenizar os efeitos da doença de forma considerável.

A contaminação da doença pode ser evitada pelos proprietários, que devem comprar animais apenas de áreas sem a incidência da doença e através do investimento em testes sorológicos no período entre 60 dias.

Para evitar essas doenças o profissional precisa realizar um acompanhamento do animal através de diversos exames. Confira.

Fonte: Agro

Notícias

Ovinos

Parceiros

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.