Verruga bovina é um grande empecilho no valor econômico animal

Verruga Bovina, também conhecida como Figueira é uma doença infecciosa que provoca lesões na pele (couro).

Provavelmente, você já deve ter observado em algum momento elevações na pele do animal, não é mesmo?

 Na imagem do lado esquerdo observamos claramente sobre o que se trata a enfermidade e como ela se apresenta no couro do animal, podendo se dividir em graus elevados ou não.

Por atingir principalmente as regiões externas da pele dos animais, é de extremo prejuízo por afetar o rendimento, produção e valor econômico do couro.

Continue com a gente e entenda mais sobre esse empecilho.

Causa da verruga bovina

Essa enfermidade é causada por um vírus da família Papovaviridae, gênero Papilomavírus, que acomete principalmente animais jovens (novilhas e garrotes) por possuírem baixa imunidade em relação ao vírus, mas também em casos incomuns, podem ocorrer em bovinos adultos.

As partes mais atingidas são as regiões da cabeça, pescoço, papada e dorso. Em vacas quando ocorrem, aparecem principalmente na região do úbere.

Diagnóstico da enfermidade

O diagnóstico é feito através da classificação das lesões seguindo os critérios moleculares, histológicos, imunológicos, patológicos e através de exames laboratoriais para confirmação do vírus.

 A conformação do tamanho da verruga é variável, podendo chegar a centímetros de diâmetro, apresentando-se como excrescências na forma de couve-flor.

O animal atingido pela doença pode atritar as verrugas em objetos e provocar sangramentos constantes, motivo de debilidade e retardo do desenvolvimento do bovino.

Tratamento da verruga bovina

Os tratamentos são de formas variadas e sua eficácia é variável em cada animal, portanto um determinado tratamento nem sempre tem o resultado esperado em todos os bovinos infectados. E quanto maior a infestação em um animal, mais difícil é o tratamento e sucesso com a cura.

Mesmo existindo no mercado produtos variáveis, conhecidos como vacinas para verruga, o tratamento mais aconselhado é a Autovacina, preparada a partir do material extraído das feridas dos animais.

A preparação desse produto deve ser feita por especialistas capacitados e sua aplicação ocorre apenas uma vez, preferentemente em vários pontos do animal.

Saber quais medidas adotar diante dessas situações é o que faz a diferença na qualificação da saúde do animal.

E quanto mais conhecimento você adquirir, mais sucesso você alcança!

Mantenha o equilíbrio na sua produção, evitando perdas excessivas e desnecessárias.

Por isso você não pode deixar de se atualizar sobre o assunto: Principais cuidados com bovinos a campo.

Ah! Não perca dinheiro com o baixo rendimento do rebanho bovino, adquira gratuitamente um ebook que pode aumentar sua taxa de melhoramento genético. Confira: 10 principais pontos e etapas para a realização da TE em Bovinos

Quer ficar por dentro de outros detalhes que envolvem a medicina veterinária e agropecuária? Basta clicar aqui

Bovinos

Bovinos de Corte

Bovinos de Leite

Curiosidades

Cursos

Destaques

Mecanização

Notícias

Parceiros

Pastagens

Pecuária

Saude animal

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.