A criação de gado leiteiro no Brasil

A criação do gado leiteiro e domesticação começaram há aproximadamente 5000 anos atrás, e tinha como base o uso do animal também para carga, não sendo somente para a produção leiteira.

O Brasil é um dos maiores produtores de leite do mundo (dados Embrapa Gado de Leite), e a tendência é crescer cada vez mais.

 O leite é considerado um dos produtos mais importantes da agropecuária brasileira, pois a partir desta matéria prima obtemos inúmeros derivados que por ventura obtêm preços variados.

Cadeia produtiva de gado leiteiro

A eficiência de uma cadeia produtiva leiteira é atribuída a uma relação de produtividade com menor custo possível.

Dentre esta relação destacamos a nutrição animal, que é um item essencial para o nível de produção e representa quase 70 % de todos os custos, portanto quanto melhor for a nutrição de um rebanho melhor vai ser sua produção.

Raças de gado leiteiro com maior destaque

Algumas raças ganham destaque no país por terem fácil adaptabilidade e ampla escala de produção:

- Holandesa: possui uma superioridade sobre as demais na produção de leite, isso faz com que ela seja reconhecida pela sua lucratividade, esta raça é a que produz maior quantidade de gordura e proteína.

- Girolando: foi criada com o intuito de encontrar uma raça que se adequasse melhor as condições topográficas e climáticas do nosso país.

- Pardo-suiço: é uma das raças mais  antigas , tem elevada performance na produção de leite e carne , são mais comumente encontradas no sul do país..

- Jersey: é uma raça dócil que se adapta a qualquer tipo de sistema.  Possui um leite de excelente qualidade, pois possui maior conteúdo de sólidos totais e é mais nutritivo.

Produção do leite e a lucratividade

É observada uma grande produção leiteira em nosso país e a cada ano a um constante aumento na produção devido à adoção de novas tecnologias e melhoramento da genética destes animais que levam a uma melhorara eficiência do uso dos fatores de produção.

Contudo produtores se deparam muitas vezes com um dos grandes entraves da produção, o conhecimento técnico, sendo esse um dos empecilhos mais comum para alcançar a lucratividade no setor.

O investimento em gerenciamento da atividade leiteira e a implementação de sistemas adequados auxiliam em grandes resultados para a maior produtividade. 

Você deve estar se perguntando como faço para adquirir conhecimentos técnicos e práticos na área para desenvolver melhor a atividade, certo?

Pois então, hoje você encontra formas de ampliar o conhecimento de maneira rápida e nós temos uma dica de sucesso para você.

Detalhes que fazem a diferença: Administração Técnica e Econômica da Atividade Leiteira

Você irá conferir modelos de gerenciamento de fazendas produtoras de leite e técnicas de planejamento da atividade leiteira de curto, médio e longo prazo.

E se você trabalha com gado de corte, aqui também tem dicas para te proporcionar o diferencial: Administração Técnica e Econômica da Bovinocultura de Corte

Fonte: Equipe Revista Agropecuária

Agroindústria

Áreas

Artigos

Bovinos de Leite

Curiosidades

Cursos

Destaques

Diversos

Mecanização

Notícias

Parceiros

Pastagens

Pecuária

Saude animal

Tecnologia

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.