Confira as principais pragas do feijão e como combatê-las

Uma das principais atividades agrícolas do país é o cultivo do feijão, mas um dos fatores que limitam sua produtividade é a ocorrência de pragas que podem causar até perdas totais da cultura, caso não sejam tomadas medidas de manejo adequadas.

Como a produção do feijão apresenta ciclo curtos, se comparado à outras culturas, isto a torna mais propensa a certas doenças e necessita de uma atenção extra.

O produtor precisa reconhecer que é importantíssimo a aplicação de boas práticas agrícolas de manejo preventivo, obedecendo sempre a fase de desenvolvimento da cultura para evitar prejuízos.

Quais as técnicas de manejo que devem ser utilizadas?

O feijão é uma cultura que, como as outras, deve ter um manejo bem adequado, para evitar as doenças e pragas. É necessário utilizar técnicas como rotação de culturas, manejo integrado de pragas e defensivos agrícolas, desde que sejam devidamente usados.

Quais as principais pragas do feijão?

Podemos destacar dentre as principais: cigarrinha, largata elasmo, tripes, antracnose, bacteriose, ferrugem e viroses.

Entenda como elas atacam a cultura:

Cigarrinha

São verdes, chupam a seiva das plantas, ainda transmitindo-lhes várias doenças como os mosaicos, por exemplo. Ela ataca a plantação principalmente em épocas mais secas ou em plantio da seca. Para combatê-la é necessário a utilização de inseticidas sistêmicos, até a floração.

Lagarta elasmo

Inseto verde azulado, com cabeça marrom escuro. Ele ataca o talo das plantas, fazendo com que não cresçam normalmente. Esta praga atinge a cultura principalmente nos seus primeiros 30 dias de vida.

Tripes

É um inseto preto com 2 faixas brancas nas asas, fica alojado sempre na parte de baixo da folha, provocando o desfolhamento da planta. Para acabar com os tripes é feito o uso de inseticidas.

Antracnose

Conhecida também como pinta-preta do feijoeiro, a antracnose é a mais grave das pragas do feijão. Sua transmissão se dá através das sementes e como seus agentes podem permanecer por mais de 2 anos nos restos da plantação, deve-se realizar a rotação de culturas, para evitar que ela ataque novamente as plantações.

Bacteriose

O sinal principal da bacteriose são manchas arredondadas que aparecem nas folhas, cujo centro fica seco. Altas temperaturas e umidade do ar deixam o feijão mais suscetível ao aparecimento e evolução dessa doença. Para combatê-la deve-se fazer rotação de culturas e plantar variedades resistentes a ela

Ferrugem

Como muitos já sabem, a ferrugem afeta em especial as folhas, sob a forma inicial de manchas amarelas que depois passam a ser vermelho-ferrugem. Temperaturas maiores ou superiores a 25ºC e muita umidade do ar, favorecem o desenvolvimento da doença. Plantar variedades resistentes, rotação de culturas e fungicidas, são as medidas indicadas para eliminá-la.

Como combater as pragas do feijão?

Algumas práticas de manejo de sistemas de irrigação bem feito, rotação de cultura, plantio de variedades mais resistentes e aplicação de fungicidas faz com haja uma redução significativa nas pragas do feijão.

Ei produtor! Sua lavoura por acaso já sofreu com algumas das pragas citadas acima?

Saiba algumas dicas de como a irrigação eficiente pode te ajudar a minimizar as perdas:

- Manejo de Sistemas de Irrigação

- Projetos de Sistemas de Irrigação

Fonte: Agroclima

Adaptação: Revista Agropecuária 

Agricultura

Destaques

Feijão

Notícias

Parceiros

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.