Casqueamento preventivo: Aliado número #1 para prevenção das doenças dos cascos em bovinos

O casqueamento preventivo pode evitar os problemas podais, que estão entre os maiores motivos de descarte precoce de animais do rebanho. Ainda mais ele proporciona mais saúde ao gado e menos gastos para você, produtor rural. Pois, agir preventivamente, custa bem menos do que tratar a lesão depois.

As lesões nos casos têm sido cada vez mais comuns já que a nutrição causa rápido aumento de peso e a pata do animal não acompanha. Um outro fator é o confinamento que impede o desgaste natural do casco que o animal teria se estivesse solto no pasto. Por isso, muitos produtores já perceberam a importância de realizar o casqueamento preventivo em seu rebanho.

Importância do casqueamento preventivo

Em sistemas de produção leiteira, a sanidade dos cascos é extremamente importante. Só para exemplificar, uma vaca leiteira com leve desconforto causado pelos cascos alongados pode deixar de produzir até 5 litros de leite por dia e apresentar uma queda de 5% na taxa de concepção. Mas, caso o problema for mais avançado a redução de leite pode chegar a 30 litros por dia e a taxa de prenhez pode cair de 50 a 100%.

Apesar de ser uma atividade simples, muitos ainda tem dúvidas sobre a execução do casqueamento preventivo, que tem como objetivo:

- Corrigir o crescimento anormal do casco
- Restituir a correta distribuição do peso entre as unhas 
- Identificar resíduos de lesões e/ou rachaduras ocorridas durante a lactação

Conseguiu ver o quanto é importante realizar esse procedimento em seu rebanho? Agora, confira no próximo tópico o momento ideal de fazê-lo.

Quando devo realizar o casqueamento preventivo?

O período mais indicado para realização do procedimento é ao final da lactação e início do período seco. Porque, nesse período, a vaca será levada para um local seco e com poucos animais que irão contribuir para a recuperação do casco.

Realizar o casqueamento preventivo nas vacas em lactação retira a camada mais resistente do casco deixando-as propensas a novas lesões.

A recomendação é:

- Realizar o casqueamento preventivo pelo menos 2x ao ano
- Sempre no período de secagem
- Após 80 a 100 dias do parto

Prevenir é sempre melhor do que remediar

As doenças de cascos em bovinos estão relacionados a vários fatores. Dessa forma, nem sempre o casqueamento preventivo é a única forma de solucionar o problema no sistema locomotor. Visto que, por muitas vezes você, produtor rural, precisa trabalhar em conjunto com a nutrição, higiene, conforto e qualidade do piso.

Existe uma grande relação entre a baixa produção de leite entre as vacas que não conseguem caminhar até o local de seu alimento. Então, se comparado ao prejuízos diretos e indiretos da enfermidade, executar o casqueamento preventivo anual é muito mais vantajoso.

E você, produtor rural, quer evitar prejuízos? Veja como realizar o casqueamento preventivo:

Casqueamento Preventivo e Correção de Aprumos em Bovinos

Fonte: MilkPoint

 

Bovinos

Bovinos de Leite

Destaques

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.