Estufas agrícolas: Quais as vantagens da sua utilização?

 

Estufas agrícolasEstufas agrícolas são estruturas utilizadas para reter o calor do sol aprisionando-o dentro dela, proteger as plantas contra possíveis ameaças externas e manter a temperatura interna controlada de acordo com a entrada de radiação solar.

Esse sistema permite a aceleração dos processos de fotossíntese e produção de oxigênio, possibilitando uma melhor floração e frutificação, velocidade no crescimento, aumento na produtividade e maior qualidade.

A utilização das estufas agrícolas é cada vez mais comum, pois possibilita o produtor se adequar às variações climáticas, evitando os danos causados por elas. Entenda neste artigo como a estufa funciona e quais as vantagens de utilizá-la.

Como funcionam as estufas agrícolas?

A função principal das estufas agrícolas é proteger as plantas e manter as melhores condições para o perfeito desenvolvimento do cultivo. Ela é feita de materiais transparentes como o vidro ou plástico que permitem a passagem da radiação solar que aquece o solo da estufa e emite radiação infravermelha. O ar da estufa é aquecido pela radiação infravermelha formando correntes de convecção (massas de ar quente sobem e massas de ar frio descem).

O calor que vem do sol aquece a massa de ar quente que sobe do teto da estufa, e não se perde porque ele é aprisionado.

Qual o tipo de estufa mais indicada?

As estufas de vidro são bem indicadas, já que o vidro é um material que deixa passar 90% da radiação solar, o que ajuda a reter o calor. Já o material sintético, por sua vez retém menos radiação solar.

As estufas agrícolas podem ser utilizadas para as seguintes aplicações:

  • Hidroponia;

  • Hortaliças;

  • Orquidário;

  • Mudas;

  • Eucalipto;

  • Flores;

  • Pisicicultura;

  • Ranicultura;

  • Cogumelos, etc…

Principais vantagens de utilizar as estufas agrícolas

Além do controle das influências externas, organização racional e compacta do cultivo e plantação, as estufas podem:

Cultivo fora de época

Quando o produtor não é mais dependente da sazonalidade, ele é capaz de cultivar e colher várias espécies de plantas fora da sua época. Fazendo com que a sua produção  atenda à demanda do consumidor, fornecendo mais alimentos de qualidade e balanceando os preços do mercado.

As estufas agrícolas possibilitam também o cultivo de hortaliças em locais que normalmente possuem condições inadequadas, aumentando assim o processo de oferta e procura do négocio.

Proteção às pragas

A plantação em campo aberto é muito mais sujeita ao ataque de pragas do solo e de insetos, mesmo realizando o manejo correto.

O cultivo das plantas no sistema de hidroponia ou em substratos inertes, elimina o contato com a maioria destes patógenos. Contudo, caso ocorra a incidência de pragas, o controle é feito de forma mais rápida e eficaz.

Economia na irrigação

As estufas agrícolas permitem o uso da fertirrigação, que é a aplicação do adubo junto com a água. Nessa técnica o uso da água é moderado e os nutrientes reagem de forma mais eficiente, gerando alta economia para o negócio. Além de evitar as perdas de nutrientes por volatilização, também aumentam o rendimento dos fertilizantes, que não reagem com os substratos inertes.

Aumento da qualidade

As plantas cultivadas em estufas, sempre estarão em clima apropriado, para potencializar o máximo do seu desempenho. Sendo que, existe uma preocupação na área de hortaliças quanto à sua cor, sabor, cheiro, textura e outras propriedades visuais. Portanto, é muito importante que as plantas tenham condições adequadas para se desenvolver. Deste modo, a sua produtividade e lucratividade irão aumentar. 

Redução de agrotóxicos

As estufas permitem que o sistema possua uma produção mais limpa, em razão do controle maior de pragas. Assim, reduzindo a utilização de agrotóxicos.  

O cultivo protegido tem um papel essencial no uso de agrotóxicos, já que há uma crescente insatisfação da população referente ao uso de produtos químicos nas plantações. Portanto, as verduras de estufas suprem a demanda de consumidores mais exigentes.

Sustentabilidade

Geralmente, as estufas geram um menor impacto ambiental comparado as lavouras tradicionais. Pois, utilizam de forma racional água e fertilizantes e diminuem a quantidade de agrotóxicos, tornando a produção mais limpa e sustentável. Também pode gerar menor quantidade de resíduos, facilitando o manejo. 

As plantas que são cultivadas dentro da estufa sempre terão um clima adequado, o que proporciona maior qualidade e desempenho, consequentemente maior lucratividade.

E você, gostou deste artigo?

Esteja à frente dos demais, garanta o sucesso profissional e aumente sua lucratividade. Nos cursos de agricultura e irrigação do CPT Cursos Presenciais, você aprenderá na prática sobre o manejo correto de diversas culturas. Então, clique no banner abaixo e conheça os cursos!

Ainda tem mais, trouxemos um bônus que vai te ajudar muito, uma super videoaula para você já ir aprendendo com os melhores especialistas sobre o assunto. Clique no link abaixo e assista agora a palestra online!

TÉCNICAS PARA TORNAR A IRRIGAÇÃO MAIS EFICIENTE

Fonte: Negreira e Lonax

Agricultura

Destaques

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.