Análise de indicadores econômicos da pecuária de corte

Os indicadores econômicos da pecuária de corte fazem parte do índice de desempenho da produção e são responsáveis por apresentar a real situação da propriedade ao pecuarista. Selecionar o conjunto de indicadores que serão usados em uma planilha ou plataforma, no entanto, não é uma tarefa tão simples. 

 

O simples fato das informações estarem disponíveis não significa que fazem sentido ou que apresentam dados finais. Assim, como o gestor sabe o que realmente é relevante para entender o desempenho da sua produção? Veja quais são os indicadores econômicos recomendados para avaliar as condições da sua pecuária de corte.

 

Indicadores importantes na produção de carne bovina

 

De uma forma geral, a gestão de indicadores é uma comparação entre o orçamento previsto versus o orçamento realizado. Uma das maneiras de compreender o que são estes índices é dividir os dados em dois grupos: os mais técnicos e produtivos e os ligados aos fatores econômicos.

 

Dificilmente um gestor conseguirá deixar de pensar na lucratividade, que é um dos elementos principais levando em conta as questões econômicas. Por outro lado, se está pensando em produtividade, é impossível desconsiderar a taxa de desmame. 

 

Por isso, alguns indicadores podem ser considerados principais. São eles: 

 

  • Taxa de desfrute: se refere a quanto o rebanho “rendeu” em relação ao número inicial de cabeças.

  • Referenciamento da equipe: deve-se analisar se os trabalhos estão sendo realizados com qualidade e se o número de pessoas é suficiente para a demanda. O percentual que os funcionários representam no faturamento da empresa deve ser levado em conta também. 

  • Produção de arroba/ha/ano: diretamente relacionada com o quanto a empresa fatura.

  • Desembolso por cabeça por mês e lucro por hectare por ano: indicadores finais que ajudam a entender o quanto a estratégia administrativa traz lucros para o produtor.

 

Vale ressaltar que o lucro é um indicador que varia em cada região do país, entretanto, o gestor deve considerar o total geral de despesas, a variação do rebanho e a área total de pasto. 

 

Por que analisar indicadores pecuários? 

 

O pecuarista deve ficar de olho nos principais indicadores do seu negócio de confinamento. Monitorar mês a mês se o plano de ação está sendo executado de acordo com as metas é uma das principais maneiras de organizar a estratégia. 

 

Em fazendas maiores, uma reunião com toda a equipe envolvida no manejo do gado de corte é fundamental. O objetivo principal deve ser verificar se os números estão abaixo ou acima das metas que foram definidas para atingir os anseios financeiros com a engorda de bois. 

 

Resumindo, os benefícios de gerir os indicadores econômicos na pecuária de corte incluem a avaliação de cenários mais favoráveis, a tomada de decisões com menor nível de estresse e a conquista de resultados esperados com a produção. 

 

Realize a análise de indicadores da maneira correta

 

As especificidades da pecuária de corte têm trazido preocupação entre os gestores que buscam avaliar o desempenho econômico-financeiro com o objetivo de diagnosticar a situação atual e servir de base para tomar decisões futuras. O motivo é que nem sempre os pecuaristas estão aptos a analisar os principais indicadores do seu negócio.

 

Para acabar com este problema e aumentar a sua lucratividade na bovinocultura de corte, matricule-se no Curso de Administração Técnica e Econômica da Produção de Gado de Corte e melhore a gestão da sua propriedade! 

 

Fontes: Portal DBO, Sebrae, Custos e Agronegócio Online. 

 

Artigos

Bovinos

Bovinos de Corte

Destaques

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2021 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.