Conheça os tipos de capim para gado de corte

Devido à grande área de utilização em pastagens no país, o uso do capim para gado de corte se tornou de suma importância para a pecuária. Um bom pecuarista deve ter em mente que a base para os bons resultados do corte está diretamente ligado à alimentação. 

 

Por este motivo, o manejo das pastagens é essencial. Tendo isso em vista, como escolher os melhores tipos de capim para o gado de corte? Entenda quais as características principais dos capins mais comuns no Brasil e ofereça uma nutrição adequada ao seu rebanho. 

 

Importância da qualidade do capim na alimentação do gado de corte

 

A nutrição é a base para qualquer sistema de criação bovina. A dieta dos animais deve abranger uma quantidade ideal de fibras, de proteína e de energia para que a produção seja eficiente, e a carne tenha a qualidade desejada pelo mercado consumidor. 

 

Em média, 95% da carne bovina brasileira é produzida no pasto. Por isso, investir em um bom capim irá impactar o desenvolvimento do animal a longo prazo. 

 

A qualidade da pastagem tem início ainda na escolha das sementes. Elas devem ter garantia de germinação e pureza para que, em condições corretas para semear, produzam forragem de bom teor nutritivo, excelente palatabilidade, e maior resistência natural às pragas. Logo, obtém-se uma pastagem de boa qualidade.

 

Tipos de capim para o seu rebanho

 

Independente da escolha do capim, o pecuarista ou criador deve observar o clima e o solo relacionados a localização da área a qual será destinada à formação da pastagem. Além disso, já precisa estar ciente do quanto e em que pretende-se investir em relação a infra-estrutura, a correção e a adubação. 

 

Entre os capins mais usados destacam-se três:

  • Capim Marandu, Brizantão ou Braquiarão;

  • Brachiaria decumbens;

  • Capim Mombaça.

 

Estas forragens podem variar em relação ao teor de proteína, produção de massa, velocidade de crescimento, rusticidade, exigência em água, dentre outros, por isso, é preciso conhecê-las para saber qual optar. A escolha da forragem também é determinada considerando-se o tipo de atividade que se pretende desenvolver. 

 

Capim Marandu, Brizantão ou Braquiarão

 

O capim Marandu, conhecido também como brizantão ou braquiarão, é muito utilizado de forma extensiva, sem irrigação e adubação. Devido à sua flexibilidade para se adaptar às diferentes condições climáticas e níveis de fertilidade do solo, ele se tornou o tipo mais comercializado no Brasil. 

O Marandu é uma boa opção para diferimento de pasto para o inverno, pois possui menor senescência quando comparada às espécies de Panicum e a Brachiaria decumbens. Todavia, ele não é recomendado para solos encharcados.

 

Uma importante vantagem desse capim é sua resistência à cigarrinha-das-pastagens, principalmente Notozulia entreriana e Deois flavopicta. 

 

Brachiaria decumbens

 

A Brachiaria decumbens cv. Basilisk, muito utilizada no cerrado, é indicada para solos arenosos e de baixa fertilidade, sendo tolerante à acidez moderada. Entretanto, ela é pouco resistente quando acometida ao ataque de cigarrinhas. 

 

Por outro lado, é resistente ao pastejo e ao pisoteio intenso. Este tipo de cultivo teve grande êxito na substituição de espécies naturais.

 

Ainda dentro do gênero Brachiaria, existe a Brachiaria humudícola cv. BRS Tupi. Ela serve como alternativa para áreas úmidas de baixa a média fertilidade.

 

Capim Mombaça

 

O capim mombaça é um dos preferidos pelos bovinos. Ele é altamente produtivo e se adapta a diferentes condições climáticas. Porém, existem algumas observações quanto ao seu uso: é necessário solo fértil, é mais recomendado para áreas menores, cujo manejo é facilitado, e não é indicado para áreas muito íngremes.

 

Defina o capim mais adequado para seu rebanho

 

Como visto, são muitas possibilidades e características específicas, podendo parecer difícil saber como escolher o capim para o gado de corte. Entretanto, vale especificar que não existe um tipo de capim que seja o melhor entre todas as variedades disponíveis, mas sim o ideal para a sua propriedade. 

 

Ou seja, é preciso levar em conta diversos fatores para chegar a uma conclusão ideal. Tudo isso e muito mais você pode aprender através do Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação)! Conheça técnicas modernas de alimentação e melhore seu faturamento. 

 

Fontes: Galpão Centro Oeste, Prodap, Nutrição e Saúde Animal.

 

Artigos

Bovinos

Bovinos de Corte

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2022 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.