Como incluir coprodutos na alimentação do gado de corte?

Os coprodutos na alimentação do gado de corte têm ganhado cada vez mais espaço na formulação de dieta dos rebanhos no país. São considerados coprodutos a sobra de matéria-prima processada pela indústria. Algodão, alimentação humana, polpas e combustível são alguns resíduos industriais utilizados na pecuária.

 

Inserir coprodutos na dieta do animal surgiu como uma ferramenta de redução do custo alimentar na nutrição. Todavia, os pecuaristas e criadores devem conhecer as vantagens e os cuidados que eles apresentam para o rebanho na hora de decidir realizar a inclusão. 

 

Conheça as características e saiba como inserir o uso de coprodutos na alimentação do seu gado de corte ao longo da leitura deste artigo! 

 

Como inserir coprodutos na alimentação do rebanho

 

A produção de gado de corte tem como base as pastagens. Comumente, surge a necessidade de suplementação proteica ou energética em diferentes fases do ciclo de produção. Para além de redução de custos, os coprodutos também atuam como ingredientes estratégicos para determinadas dietas.

 

Quem pretende inserir resíduos na alimentação do gado de corte, precisa saber que, assim como todos os outros alimentos na produção animal, estes também seguem as classificações de volumosos e concentrados. Ou seja, são alimentos que possuem mais de 18% de fibra bruta e menos de 60% de NDT no caso de volumosos e alimentos com valores acima de 60% de NDT, e menos que 18% de fibra bruta, para os concentrados. 

 

Há ainda a classificação entre energético e proteico dentro dos concentrados. Ter esse conhecimento em mãos é fundamental para definir o tipo de coproduto e por qual ingrediente será possível realizar a substituição.

 

Além dessas classificações, vale destacar que alguns coprodutos, como o caroço e a torta de algodão, podem tanto substituir quanto serem partes integrantes de um tipo de dieta. 

 

É importante que seja feita uma avaliação e uma análise da composição nutricional  periódica do subproduto, ou sempre que possível. Além disso, uma ferramenta de controle que também pode ser utilizada, é a análise da aparência, do odor e da umidade de todos os coprodutos, até mesmo dos produtos tradicionalmente utilizados.

 

Estes acompanhamentos são pontos chave para o sucesso dentro do sistema produtivo. 

 

Vantagens e limitações do uso de coprodutos em gado de corte

 

O que antes parecia ser um acréscimo em dietas, atualmente vem se tornando estratégico para alguns rebanhos. Uma das vantagens do uso de coprodutos é a associação entre a lavoura e a pecuária. 

 

Enquanto a pecuária se beneficia do que é advindo da agricultura, a lavoura também se favorece com a utilização de produtos oriundos da pecuária, como por exemplo, na utilização de adubos orgânicos. Dessa maneira, um grande diferencial do uso de coprodutos em gado de corte é o reaproveitamento.

 

Outro ponto importante é que alguns insumos são relativamente baratos, o que torna a composição dos nutrientes neles presentes de baixo custo, como o caso do algodão.

 

Por outro lado, o uso de coprodutos também tem limitações. Existem diferentes tipos de produtos no mercado, que, muitas vezes, são tratados como semelhantes. É interessante que qualquer novo coproduto que apareça seja muito bem estudado pelo técnico que atende o pecuarista para se certificar da qualidade.

 

Também é preciso ver se não será uma desvantagem na questão operacional da fazenda. Não adianta ter sete tipos de alimentos para entrar numa dieta se na hora de misturar não tem funcionário suficiente. Nesse caso, nem sempre haverá uma redução de custos. 

 

Garanta uma boa alimentação do rebanho

 

Não ter prejuízo econômico e alcançar o resultado esperado com o rebanho são os principais desejos de quem atua com a pecuária. Entretanto, diante de tantas técnicas, cálculos e coprodutos, atingir a eficiência máxima requer conhecimento atualizado em manejo alimentar. 

 

Visto que a alimentação é a base para todo o processo da cadeia, você deve saber como garantir uma dieta adequada para o seu gado de corte. Alavanque a sua produção com Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação), se tornando especialista na prática e na técnica!

 

Fontes: Agroceres, Giro do Boi, Pasto Extraordinário, Rehagro, Agro2business. 

 

Artigos

Bovinos

Bovinos de Corte

Destaques

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2022 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.