Café Descafeinado é produzido pelo IAC

Bebida muito requisitada e consumida em todo o mundo, o café descafeinado, em torno de 10% do total de sua produção, passa pelo processo de descafeinação, antes de ser comercializado.

Pensando nisso, a pesquisadora Maria Bernadete Silvarolla do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), desenvolveu, através de anos de pesquisa, um café naturalmente sem cafeína, o que economizaria toda a industrialização para se obter um produto descafeinado.  Para isso, ela avaliou várias espécies de café arábica, da Costa Rica e com origem na Etiópia.  Buscou pesquisar mais de 3000 cultivares de café arábica.

Foram cinco anos de pesquisa em laboratório, avaliando a quantidade de cafeína presente nos grãos. Maria Bernadete estava quase desistindo, tinha avaliado 80% do repertório, quando encontrou três exemplares potencialmente promissores para o objetivo do trabalho. As sementes destes pés de café apresentaram apenas 0,07% de cafeína, enquanto o grão descafeinado industrialmente possui 0,1% e o grão normal 1%. "Para nós, estes casos são mutações, fenômenos espontâneos na natureza", diz Maria Bernadete.

Grande trunfo para o IAC, segundo Bernadete que levará de 7 a 8 anos para que  essa variedade se torne comercial, pois ainda serão necessários testes para aumentar a produtividade. O grande potencial deste café, sem cafeína, é o fato de ele manter o mesmo gosto do café normal, enquanto o descafeinado industrialmente não conserva o mesmo aroma e sabor. Além disso, embora, no Brasil, o mercado de descafeinado seja menos de 1% das vendas, no mundo, a porcentagem é 10% e nos EUA alcança 20%. Além disso, a população mundial está crescendo, o que deve elevar o consumo de café.

Agora só resta esperar para o famoso café estar no mercado, trazendo grande aceitabilidade ao público que aprecia a bebida descafeinada, ou tem alguma restrição à cafeína. E uma ótima oportunidade para pequenos produtores cultivar este café. Sendo um diferencial, a variedade terá bem mais valor agregado.

 

Fonte: Rede Agro Adaptação: Revista Agropecuária  

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

  Veja outras notícias da Revista Agropecuária: Calcário para a Agricultura Familiar Capa de chuva biodegradável pode ser plantada Arroz Dourado, o arroz que salva vidas  

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail:

Destaques

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.