Sistema de confinamento bovino abre novos modelos de negócio

Com o período de escassez de pastagem, na estação seca do ano e entressafra de boi, os confinamentos são acionados. Neste período os piquetes dos boitéis ficam lotados de gado de corte para terminação que é feita de 60 a 70 dias após serem confinados e alimentados com dieta concentrada.

O confinamento bovino pode suprir também outras necessidades dos pecuaristas, como demonstra o Malibu Confinamento, cujas Unidades I (Castilhos-SP) e II (Campo Grande-MS) atentam para novos serviços.

O analista de negócios do Malibu, Flávio Figueiredo, aponta que a  recria de bezerros e a engorda de vacas paridas em confinamento já é bastante utilizada em Malibu. A vantagem em fazer uso deste serviço é que a vaca produz mais leite, desmama o bezerro mais pesado e depois disso é terminada e abatida. Os bezerros remanescentes podem ser terminados até como superprecoces. "Teve um caso de sucesso que o cliente trouxe os bezerros e deixou 120 dias em confinamento. Eles tiveram um ganho de peso diário médio de 1,98 kg e foram para abate com um pouco mais de onze meses de idade", contou Figueiredo.

O confinamento bovino confinamento auxilia também na reprodução bovina. Outro modelo de negócio é o de engorda de tourinhos para venda. O cliente envia os animais e deixa em exposição permanente para mostrá-los aos interessados em adquiri-los. "De repente, tem um tourinho dentro de um piquete e, em outro espaço, dá para colocar bezerros dele em engorda para demonstrar o desempenho no cocho", recomenda Figueiredo.

A alta no preço das commodities, causada principalmente pela seca nos EUA, não afetou o valor da diária por cabeça. A Malibu travou o preço no mercado futuro e somente agora, após o fim dos estoques iniciais, poderá haver reajuste. Até o início da segunda semana de setembro de 2012, o Confinamento Malibu abrigava aproximadamente 17 mil animais. Somados os animais confinados no ano, são aproximadamente 33 mil cabeças. Conforme informa Flavio Figueiredo a projeção é fechar o ciclo com 50 mil animais de corte abatidos.

Fonte: Rural Centro

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça ao Curso de Administração Técnica e Econômica da Bovinocultura de Corte

 

 

 

 

 

Veja outras  publicações na Revista Agropecuária: Linha de crédito para indústrias torrefadoras de café Veja como é feita a produção do cordeiro precoce Iniciada a primeira etapa da vacinação contra a febre aftosa        

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail: 

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.