Produtores brasileiros estão investindo na produção de carnes nobres

Com o apoio da engenharia genética, aliada a um bom manejo alimentar dos animais, muitos pecuaristas já estão conseguindo um acréscimo no preço da arroba do boi na hora da venda para o frigorífico. O Brasil tem intensificado na produção de alimento de qualidade. Muitos criadores conseguem um incremento de até 16%, dependendo da região, no valor recebido pela arroba, que nessa semana ficou na casa dos R$ 97 no Paraná. Antes direcionada principalmente para o mercado externo, as carnes ""nobres"" têm conquistado cada vez mais o paladar do brasileiro, puxando uma nova tendência para o setor.

Embora a pecuária tenha perdido espaço nos últimos anos para a produção de grãos no Paraná, o mercado de carnes nobres está contrariando os pessimistas que dizem que o setor não se levanta mais. Com a inclusão do gado europeu, o Estado tem se profissionalizado nesse tipo de produção. Só neste ano, o setor deve movimentar no Estado mais de R$ 167 milhões. Ao todo, a média de crescimento do segmento tem sido de 5% ao ano. E tem quem invista na pecuária. Um exemplo é a cooperativa Cooperaliança de Guarapuava. Com o apoio de 82 integrados, a entidade tem investido em um programa de produção de carnes nobres.

O criador Carlos Aguiar, que possui 1,2 mil animais de alto desempenho na região de Cândido de Abreu (Vale do Ivaí), por meio do cruzamento industrial com raças europeias aliadas a um manejo adequado, produz uma carne com alto índice de marmoreio (camada de gordura entre músculos) e elevada qualidade de fibra. O produtor começou com o projeto em 2005, quando comprou 16 touros de raças europeias, principalmente Angus, na exposição de Londrina e atualmente ele chega a receber em torno de R$ 10 a mais por arroba.

Com a finalidade de alcançar animais com bom índice de rusticidade, mas ao mesmo tempo com um alto grau de acabamento de carcaça, Aguiar começou a cruzar gado Nelore com Simental, obtendo bons resultados de qualidade de carne.

Fonte: Beef World

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação)

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Manejo de pastagem bem feito, melhora a produção pecuária Importação Argentina de produtos lácteos preocupa produtores brasileiros de leite Encontro Minas Leite - SUPERAGRO 2012

 

Bovinos de Corte

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.