Reprodução: o fator mais importante da vida dos animais!

Para que possam criar melhor e obter maiores rendimentos, os criadores necessitam conhecer alguns fatores das vidas dos animais. Dentre eles, a reprodução é o fator mais importante da vida dos animais, pois se eles parassem de se reproduzir, desapareceriam da face da terra e, com eles, a humanidade. Nos animais selvagens, os instintos permitem a reprodução, regida, em geral, pela lei do mais forte. Só os machos fortes, que saem vencedores nos combates, é que ficam com as fêmeas, transformando-se em reprodutores. Os fracos morrem ou fogem. Nos animais domésticos, nas criações bem orientadas, o que impera é a seleção, os cruzamentos, as mestiçagens e as hibridações, mas tudo sob o controle humano. A época em que os animais devem iniciar a reprodução é muito importante. Se eles iniciarem os acasalamentos precocemente, isso pode prejudicá-los em seu desenvolvimento. Por outro lado, se começarem tardiamente, isto pode significar prejuízos para os criadores, devido à perda de tempo ocasionada. Quanto à época para o início da reprodução, essa pode variar de acordo com as diversas espécies, conforme o esquema que segue: Quanto aos bovídeos: 1) Raças leiteiras de grande porte (Holandesa, Flamenga, Normanda, Simental e Schwyz): Touros - 30 meses e vacas - de 20 a 24 meses; 2) Raças leiteiras de pequeno porte (Jersey, Guernsey e Bretã): Touros - 28 meses e vacas - de 18 a 22 meses; 3) Raças de corte (Durhan, Hareford, Polled-Angus, Charolês e Limusina): Touros - 24 meses e vacas - de 16 a 20 meses; 4) Raças Zebus (Gir, Nelore, Sindhi-vermelha e Indubrasil): Touros - 30 meses e vacas - de 24 a 30 meses; 5) Raças nacionais ou Crioulas (Caracú, Mocha Nacional, etc.): Touros - de 30 a 36 meses e vacas - de 24 a 30 meses. Quanto aos equinos: 1) Raça Puro-Sangue Inglês: Garanhões - 48 meses e éguas - de 36 a 42 meses; 2) Animais Meio-Sangue, raças de tração Pesada ou leve, cavalos comuns: Garanhões - 36 meses e éguas - 30 meses. Quanto aos asininos: Jumentos - 36 meses e jumentas 30 meses. Quanto aos suínos: Varrões - 10 a 12 meses e porcas - 10 a 12 meses. Quantos aos ovinos: Carneiros - 18 meses e ovelhas - 18 meses. Quanto aos caprinos: bodes - 12 a 15 meses e cabras - 15 a 18 meses. Quanto aos coelhos: Coelhos - 8 a 12 meses e coelhas - 8 a 12 meses. Além disso, é importante que o criador esteja atento ao processo de reprodução, como saber quantas parições são possíveis por ano, para que possa se programar e planejar o início e o final de cada gestação e para que as crias nasçam nas melhores épocas. Geralmente, as parições, por ano, são: vacas, éguas, jumentas, porcas, cabras e ovelhas: uma vez por ano, cada uma; coelhas: de três a quatro vezes por ano. Quanto ao número de crias por parição, o mais comum é o seguinte: vacas, éguas e jumentas: uma; porcas: de cinco a doze; ovelhas: de uma a três; cabras: de uma a três; e coelhas: de seis a doze. Após o nascimento, as crias precisam de amamentação natural ou de aleitamento artificial. Em caso de desmame muito cedo, elas podem não se desenvolver bem, ficar fracas e não se tornar boas produtoras. Por isso, é preciso que os criadores saibam as idades em que as crias estão em condições de serem desmamadas. As épocas corretas para o desmame, geralmente, são as seguintes: Bezerros: de seis a sete meses; Potros: de cinco a oito meses; Jumentos: de cinco a oito meses; Leitões: dois meses: Carneiros: quatro meses; Cabritos: quatro meses; e coelhos: de quarenta e cinco a sessenta dias. O retardamento do desmame deve ocorrer em caso de as crias se destinarem à reprodução.

Fonte: Rural News

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

 

Conheça o Curso de Inseminação Artificial em Tempo Fixo em Bovinos (IATF Avançado)

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária:

Escolha de Sêmen: Quais os critérios essenciais? Permitida a exportação de suínos e bovinos engordados com ractopamina Impacto da pecuária para o aquecimento global será medido com base na análise dejetos de gados    

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.