Carne bovina brasileira sofre embargo da Coreia do Sul

O número de países que anunciaram o embargo à carne bovina brasileira passou para seis. Na terça-feira (18) foi a vez da Coreia do Sul, incluir o Brasil na lista de países com risco para a doença da vaca louca, informou o Itamaraty. Isso significa a suspensão das importações daquele país de carne bovina brasileira.

Arábia Saudita, China, Japão, África do Sul e Egito já haviam anunciado o embargo à carne bovina brasileira. O bloqueio por parte do Egito refere-se apenas à produção do Paraná, onde em dezembro de 2010 foi registrado caso de vaca louca, anunciado há duas semanas pelo governo brasileiro.

A Coreia do Sul não compra carnes frescas nem congeladas do Brasil e não está entre os principais mercados consumidores do produto brasileiro. De janeiro a novembro desde ano as empresas brasileiras exportaram para o mercado sul-coreano 15,1 toneladas de preparações alimentícias e conservas à base de carne bovina. A receita gerada foi de US$ 48 mil. As exportações para a Coreia do Sul recuaram 95% em 2012 tanto em volume como em valor, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Fonte: Pecuária Rural

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Avaliação e Tipificação de Carcaças de Bovinos

 

 

  Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Escolha de Sêmen: Quais os critérios essenciais? Permitida a exportação de suínos e bovinos engordados com ractopamina Impacto da pecuária para o aquecimento global será medido com base na análise dejetos de gados

 

Bovinos de Corte

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.